Alimentação

Notícia

Hipertensão: saiba o que evitar na dieta

29 julho 2013
Hipertensão: saiba o que evitar na dieta

Ter alimentação balanceada é fundamental para manter a pressão arterial sob controle e evitar complicações cardíacas.

O excesso de peso é um dos principais fatores causadores de pressão alta, elevando em até seis vezes o risco de manifestar a doença. Por isso, quem é hipertenso precisa controlar a dieta, principalmente em relação a o sal, gorduras, potássio e álcool.

Além disso, também é necessário manter um estilo de vida saudável, evitando o tabagismo e praticando exercícios físicos regularmente.

Confira abaixo algumas dicas para adequar sua dieta:

Sal:

O sal age como uma esponja, retendo líquidos nos tecidos e aumentando a pressão arterial. Por isso, não exagere. A Organização Mundial da Saúde recomenda o consumo de três a quatro gramas de sal por dia, quantidade que já existe nos próprios alimentos.

Para evitar o excesso desse condimento na alimentação, siga as seguintes dicas:

  • Substitua o sal por temperos naturais como ervas, salsinha, cebola, orégano, hortelã, limão, alho, manjericão, coentro e cominho.
  • Retire o saleiro da mesa.
  • Evite carnes gordurosas, principalmente embutidos (linguiça, paio, salsicha, toicinho defumado).
  • Evite conservas como picles, azeitona, patês e palmito e enlatados como extrato de tomate, milho e ervilha.
  • Evite carnes artificialmente salgadas como bacalhau, charque, carne-seca e defumados.
  • Evite o aditivo glutamato monossódico, utilizado em alguns condimentos e em muitos produtos industrializados.
  • Dê preferência aos queijo brancos como ricota e cottage nas versões sem sal.
Gorduras:

As gorduras formam placas que diminuem o diâmetro dos vasos sanguíneos, o que eleva a pressão arterial. No entanto, nem todos os lipídeos são prejudiciais. Veja quais são eles e onde encontrá-los:

GORDURAS
Boas Más
Ácidos graxos monoinsaturados – Encontrados no azeite, óleo de canola, azeitonas, frutas oleaginosas e abacate. Saturadas - gordura animal (carnes gordurosas, leite integral e derivados) e alguns óleos vegetais (dendê e coco).
Ômega-3 - óleos de peixes de águas frias e profundas como o salmão, atum e sardinhas. Trans - alimentos industrializados (margarinas, biscoitos, bolos, pães, pastéis, batatas chips e sorvetes cremosos) e gordura vegetal hidrogenada
Ômega-6 - óleos vegetais, como o de milho  

Para obter uma dieta balanceada com lipídeos, siga as dicas abaixo:

  1. Prefira peixes, frango sem pele ou carnes magras. Prepare-os grelhados ou assados.
  2. Evite carnes gordurosas, vísceras (fígado, coração, rins) e embutidos (lingüiça, paio, salsicha, toicinho defumado).
  3. Prefira leite desnatado, iogurte desnatado e queijos com pouca gordura, como os branco.
  4. Evite leite integral, creme de leite, manteiga, margarina, iogurte integral, queijos cremosos e maioneses.
  5. Modere o consumo de ovos.
  6. Evite frituras.
  7. Prefira pães com pouca gordura, como a maioria dos pães e cereais integrais (aveia, trigo, farelo), massas sem gema de ovo, ervilha, feijão, grão-de-bico, lentilha, batata cozida ou assada simples, arroz e mandioca.
  8. Evite açúcar e doces.
  9. Use óleos vegetais (girassol, milho, soja, canola, azeite de oliva
Potássio:

É uma fonte mineral cujas propriedades têm efeitos favoráveis em relação à redução da pressão e na prevenção da hipertensão arterial. Ele é encontrado principalmente em frutas, legumes e vegetais de cor verde-escura.

Álcool:

Acredita-se que o consumo de quantidades moderadas de álcool tenha efeito protetor nas doenças do coração. No entanto, o consumo de mais de dois drinques diários vem sendo relacionado a inúmeros efeitos adversos relacionados às doenças cardiovasculares.

Sendo assim, siga algumas dicas sobre o consumo de bebida alcoólica:

  1. Preferencialmente, deve-se evitar ingerir bebidas alcoólicas, porém seu consumo em pequena quantidade é permitido. Mulheres podem tomar um drinque diário e homens dois. Um drinque corresponde a uma lata de cerveja ou um copo de vinho (120ml).
  2. Cuidado com a dieta: uma garrafa de cerveja de 600 ml tem 300 calorias; um copo de vinho, 100 calorias; e uma dose de uísque, pinga ou conhaque, 120 calorias.
  3. As bebidas alcoólicas, em grande quantidade, potencializam os efeitos de alguns medicamentos que regulam a pressão arterial, por vezes reduzindo-a exageradamente.