Guia de Compras

Como escolher uma boa ração para seu pet

14 agosto 2017
PIM_Ração_08 (2)

14 agosto 2017
Existem muitos tipos e marcas no mercado. Por isso, antes de ir às compras, anote nossas dicas para acertar na opção escolhida.

Os cães precisam de vários tipos de nutrientes para sobreviver: aminoácidos provenientes das proteínas, gorduras, carboidratos, vitaminas, minerais e água. Um dos aspectos que você deve ter em mente é que os cães não podem escolher seus alimentos e, ao consumirem ração, passam a ter uma dieta monótona.

É por isso que o alimento precisa ser completo (com todos os nutrientes essenciais) e equilibrado (que eles estejam na proporção certa).  Dessa forma, o animal não sofre de deficiências nutricionais e consegue manter uma boa saúde. Veja, então, o que considerar na hora da compra. 

Idade do cão - Leve em conta a fase de vida do animal, ou seja, a idade. Cada fase de vida tem necessidades nutricionais diferentes. Filhotes, por exemplo, estão em fase de crescimento.

Raça e porte - Compre uma ração adequada para a raça, o peso e o tamanho do cão. Assim, ele tende a receber a quantidade e os nutrientes que atendem suas características individuais.

 pimracao07-2

Atividade física - Cães sedentários, ativos ou muito ativos têm necessidades específicas, podendo precisar de mais ou menos nutrientes. Observe também se eles recebem outras fontes alimentares, como restos de comida caseira.

Estilo de vida - O mercado oferece também rações secas e úmidas (as enlatadas). Em termos de nutrição e digestibilidade, há pouca diferença entre elas. Você poderá fazer sua escolha de acordo com seu estilo de vida e orçamento.

Matéria-prima - As rações também são classificadas em básicas, padrão, premium e super premium. A diferença entre esses tipos não está nos rótulos, mas, sim, na qualidade e na fonte de ingredientes. Se o orçamento permitir, opte pelas premium e super premium.

pimracao04-2

Evite comprar a granel -  Não compre rações a granel que fiquem expostas em sacos ou latões abertos. Mesmo que o vendedor da loja diga que mantém o saco fechado, ou o latão com tampa, você nunca saberá quanto tempo aquele alimento ficou exposto à umidade, às moscas e até mesmo a ratos.

Observe o pelo do cão - Após escolher um tipo e uma marca, fique atento às fezes, se ele é ativo, à pelagem e se ele continua comendo bem. Quando o alimento tem baixa qualidade, a primeira coisa que muda é o pelo, que fica seco e quebradiço.

Doenças - Seu cão tem algum problema de saúde? Saiba que existem rações terapêuticas, específicas para animais obesos, diabéticos, alérgicos, cardiopatas, nefropatas, com problemas nos tratos urinário e gastrointestinal,  por exemplo. No entanto, só devem ser  utilizadas se forem indicadas por um médico veterinário.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).


Imprimir Enviar a um amigo