Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Alimentos a preços de ouro nas Olimpíadas
Com as dicas da PROTESTE, seu lanche pode custar um terço do preço que você pagaria nas arenas dos Jogos
17 agosto 2016 |
alimentacao olimpiadas
Deixar para se alimentar nas arenas das Olimpíadas pode trazer um prejuízo olímpico para o seu bolso. Bebidas e comidas custam bem caro dentro dos complexos esportivos dos Jogos.  Os preços dos alimentos comercializados são definidos pelo Comitê Olímpico. Os valores são padronizados e não mudam por zona de atividades.  Alguns produtos, já conhecidos do público, assustam pelo alto preço. O refrigerante de 600 ml custa R$ 10 e uma garrafinha de água de 500 ml sai por R$ 8, a cerveja de 473 ml a R$ 13, entre outros produtos.

Produtos

Preço

Bebidas

 

Café

R$ 6,00

Matte Leão 300ml

R$ 8,00

Suco de Laranja 250ml

R$ 8,00

Água Crystal 500ml

R$ 8,00

Coca-Cola 600ml

R$ 10,00

Powerade Zero 500ml

R$ 10,00

Skol 473ml

R$ 13,00

Comidas

 

Massa

R$ 20,00

Escondidinho

R$ 20,00

Tropeiro

R$ 20,00

Double Cheeseburguer

R$ 18,00

Pizza Pepperoni

R$ 15,00

Pizza Queijo

R$ 15,00

Sanduiche de Frango

R$ 15,00

Sanduiche de Linguiça

R$ 15,00

Sanduiche Veggie

R$ 13,00

Cachorro Quente

R$ 13,00

Pipoca

R$ 12,00

Salgados

R$ 10,00

Pão de Queijo

R$ 8,00

Biscoito de Polvilho

R$ 6,00

Batata Chips

R$ 6,00

Amendoim

R$ 8,00

Picolé Premium

R$ 14,00

Picolé Clássico

R$ 10,00

Picolé de Frutas

R$ 8,00

Açaí

R$ 12,00

Sobremesas

R$ 10,00

Chocolate

R$ 10,00

Casquinha Mcdonalds

R$ 3,00

Sundae Mcdonalds

R$ 6,00

McFlurry

R$ 10,00

Veja, ao lado, a análise detalhada das arenas e como economizar na hora de assistir seu esporte sem passar fome.

Barra da Tijuca: diferenças de até 60% nos preços

A Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade, concentra a maior parte dos jogos. Os eventos acontecem simultaneamente no recém-inaugurado Parque Olímpico e no Rio Centro. A área possui um forte esquema de segurança e não há presença de ambulantes informais ao redor. É notória apenas a presença de food trucks e pequenos comércios em ruas próximas, além do comércio dentro dos terminais do BRT (ônibus expresso).
 
A caminho do Parque Olímpico, no BRT do Jardim Oceânico, é possível encontrar água a R$ 5. Próximo ao evento, no terminal BRT Centro Olímpico e na lanchonete do supermercado Supermarket localizado na frente do evento, na Av. Aberlado Bueno, a água sai a R$ 6. Ou seja, a água chega a custar 33,33% a mais dentro do evento do que aos arredores e até 60% mais cara no caminho para as arenas.
 
O mesmo ocorre com a cerveja. A latinha de 350 ml é vendida gelada por R$ 6, na loja mencionada acima, e dentro do evento por R$ 13 no copo de 473 ml. Uma diferença de 60,32% no preço por ml da bebida. 
 
O cachorro-quente, que é vendido a R$ 13 nas arenas, pode ser encontrado do lado de fora por R$ 10 em food trucks e entre R$ 8 e R$ 9 no terminal do BRT próximo ao evento. Ou seja, quem comprar o alimento fora das arenas paga até 60,5% a menos no valor do lanche.
 
Por sua vez, a Coca-Cola é comercializada por R$ 6 na lata de 350 ml fora do evento e na garrafa de 600 ml por R$ 10 dentro dos jogos.  O refrigerante acaba saindo mais caro fora do complexo esportivo do que dentro do mesmo. O custo por ml é 2,85% mais barato dentro do parque.

tabela de preço

Fonte: Terminal BRT Centro Olímpico

Copacabana: água pela metade do preço nos quiosques

Em Copacabana ocorrem os jogos do vôlei de praia. No bairro existem diversos bares e restaurantes no caminho para a arena e, na orla, em frente ao evento, ainda há vários quiosques. 

No caminho entre a estação do metrô Cardeal Arcoverde pode-se encontrar água a R$ 3,00. Já nos quiosques a água é vendida por R$ 4,00. Ou seja, uma diferença de 33,33% no preço da água entre os bares localizados a apenas 700 m do evento e os quiosques em frente à arena. Já a diferença entre os preços dos quiosques e o preço dentro da Arena de Vôlei de Praia é de 100%, ou seja, o dobro! Em comparação aos bares e restaurantes mais afastados a diferença no preço é de 166,66%.

O mesmo ocorre com a cerveja, que é vendida por R$ 5,50 a latinha de 350ml nos bares mais afastados e por R$ 8,00 o latão de 473 ml nos quiosques. Dentro da Arena Vôlei de Praia o latão de 473 ml custa R$ 13,00. Logo, temos uma diferença de 62,50% entre o preço da cerveja na arena e nos quiosques próximos e uma diferença de 74,96% entre a arena e os bares à 700 m. 

Já o refrigerante é vendido por R$ 4,00 a latinha de 350 ml nos bares mais distantes enquanto nos quiosques custa R$ 6,00. Dentro da arena a garrafa de refrigerante de 600 ml custa R$ 10,00. Uma diferença de 50% no valor entre os bares mais afastados e os quiosques. Contudo, pode-se perceber que devido ao tamanho da embalagem, o refrigerante na arena está 2,85% mais barato do que nos quiosques e 45,83% mais caro que nos bares mais afastados. 

bar copacabana

Fonte: Bar Só Gula

Zona Maracanã: ambulantes só no Engenhão

A Zona Maracanã engloba, além do estádio do Maracanã e do Maracanãzinho, o Sambódromo e o Estádio Nilton Santos (Engenhão). 

A área do Engenhão é a que possui maior quantidade de ambulantes informais. Nas ruas próximas ao estádio é possível encontrar água de 500 ml sendo vendida por R$ 2,00, o que é 300% mais barato do que dentro do Estádio Olímpico. Além disso, é possível achar cerveja de 473 ml por R$ 5,00, 160% a menos do que dentro das dependências olímpicas. Já o refrigerante, pode ser encontrado por R$ 4,00, 150% mais barato do que dentro do evento.

comercio informal

 

Fonte: Comércio Informal

Não foram localizados ambulantes informais ou pequenos comércios ao redor das demais arenas nessa área, apenas restaurantes.

Zona Deodoro: sem pontos alternativos

No complexo de Deodoro ocorrem atividades como hóquei sobre grama, rugby, pentatlo moderno, entre outros. Para chegar ao centro olímpico, é preciso pegar o BRT Transolímpico até a estação Magalhães Bastos. 

único ponto de comércio até a arena é no terminal BRT Centro Olímpico, situado na Barra da Tijuca, no qual o público, que vem das demais estações do BRT, precisa fazer a baldeação. Não há ambulantes, bares ou pequenos comércios próximos à arena.

Boulevard Olímpico: preços no geral mais baixos

A nova área de lazer carioca concentra shows, arte de rua, food trucks, o famoso Museu do Amanhã, entre outras atrações. Os preços dos alimentos não são os mesmos de dentro das arenas.  

A água é cerca de 60% mais barata, a Coca-cola 42% e o Matte Leão 15%. A lata de cerveja de 473 ml custa R$ 8, 62,5% mais barata do que dentro dos eventos.

Nos food trucks, é possível encontrar pizzas entre R$ 12 e R$ 15. Preço próximo ao cobrado nas arenas, R$ 15. 

tabela de preco

Fonte: Boulevard Olímpico

Como economizar?

O Comitê Organizador dos Jogos permite a entrada de alimentos não perecíveis para consumo pessoal, na embalagem original e lacrada (como biscoitos, barras de cereal e alimentação de bebês). Recipientes de vidro são proibidos.  Alimentos e bebidas para pessoas com necessidades médicas são permitidos apenas com receita contendo CRM do médico emissor.

Para economizar, você pode levar uma garrafa vazia para encher nos bebedouros – lembre-se que não é permitida a entrada de garrafas cheias, mesmo que lacradas.

Além disso, vale a pena levar pequenos lanches como biscoitos e barras de cereais, na embalagem lacrada, para poupar com os gastos. Por exemplo, um lanche simples como Batata chips 50 g + Amendoim 100 g + Água 500 ml sai por R$ 22 nas arenas. No mercado, o mesmo lanche sai por volta de R$ 7,50.

 

 

PRODUTOS

 

Arenas Olímpicas

 

Supermercado

 

Batata chips 50 g

 

R$ 6,00

 

R$ 3,50

 

Amendoim 100 g

 

R$ 8,00

 

R$ 2,00

 

Água 500 ml

 

R$ 8,00

 

R$ 2,00

 

Total

 

R$ 22,00

 

R$ 7,50

 

 

 

 

Por fim, para não estourar o orçamento, indicamos que seja consumido apenas o necessário dentro das arenas.

 

Leia também

aluno-inadimplente
seu-nome-limpo
carro-franquia-seguros-perda-total
plano-de-saude-cuidados

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.