Notícia

Alimentos congelados: aprenda a comer com segurança

28 julho 2015

28 julho 2015

Embora a textura de alguns alimentos fique um pouco alterada, eles conservam a maioria das qualidades nutritivas. Por isso, é muito importante saber congelar e descongelar corretamente esses produtos, o que facilita o nosso dia a dia.

Por conta da correria do dia-a-dia congelar os alimentos é uma saída para poupar tempo na cozinha, mas é preciso saber como congelar e descongelar os alimentos corretamente. Para isso, a PROTESTE selecionou algumas regras de higiene e conservação essenciais para você fazer este processo da forma correta.


O primeiro passo é verificar qual é a temperatura do congelador. O ideal, para conservar os alimentos por longos períodos (12 meses, por exemplo), deve ser, no mínimo, de -18 º C.


Você encontra a informação, que também pode ser representada por três estrelas (na verdade, asteriscos), na etiqueta do Inmetro que descreve a eficiência energética do produto, no manual de instruções ou no interior do congelador. Caso o seu congelador alcance apenas temperaturas de -12º C (duas estrelas) ou -6 º C (uma estrela) reduza os prazos de conservação de cada tipo de alimento. 


É bom saber que, embora a textura dos alimentos ricos em proteínas (carne e peixe) possa ficar ligeiramente alterada, os congelados conservam a maioria das suas propriedades nutritivas. As gorduras também tendem a perder algumas características de sabor e textura. Já os carboidratos (como bolos e pães) são os alimentos que mais preservam as suas qualidades nutricionais. 

1 - Transporte do mercado para casa deve ser feito em bolsas térmicas

O primeiro passo é manter os alimentos frios desde o supermercado até a sua casa. Para isso, o ideal é transportá-los em bolsas térmicas. 

Na hora das compras, organize os produtos de maneira que os frescos e mais perecíveis, como alimentos refrigerados (manteiga, iogurtes, queijo e presunto) e congelados, sejam colocados no carrinho quando você já estiver indo fazer o pagamento.

Outra dica é procurar estacionar o carro à sombra nos dias mais quentes, para evitar que a temperatura do interior do veículo suba demais. 


2 - Controle da temperatura pode evitar gastroenterites 

Em casa, organize primeiro, os alimentos refrigerados e congelados. O aumento da temperatura pode provocar e acelerar o desenvolvimento de micro-organismos no produto e ainda ajudar a reduzir o prazo de validade que vem descrito na embalagem. 

É por isso que um alimento congelado ou refrigerado, que se encontrava em boas condições na hora da compra no supermercado, pode causar doenças transmitidas por alimentos ao ser consumido. 

E determinadas bactérias podem provocar fortes gastroenterites em pessoas vulneráveis, como, por exemplo, gestantes, crianças, idosos ou indivíduos com baixa imunidade, podendo levar a problemas ainda mais graves. 


3 - Embalagem fechada 

O prazo de validade só é seguro se as condições descritas no rótulo estiverem sendo respeitadas e a embalagem se encontrar fechada. Não congele alimentos próximos ao limite de validade. O congelamento apenas trava a proliferação dos micro-organismos, mas não os destrói. 


 4- O ideal é congelar pequenas porções de alimentos 

Para congelar os alimentos, lave bem as mãos e use facas e tábuas limpas para manipulá-los e cortá-los. O ideal é utilizar potes de vidro ou sacos plásticos novos, próprios para congelamento. 

Assim, você vai evitar que os alimentos oxidem ou fiquem queimados pelo frio. Dê preferência a congelar pequenas porções, porque isso ajuda a acelerar o processo de (des)congelamento. Além disso, cole uma etiqueta com o nome do alimento e a data do processo. 

Você pode ainda anotar num quadro os alimentos armazenados, com as respectivas datas, para evitar compras inúteis. E verifique, regularmente, a temperatura do congelador, que deve ser inferior a -18 º C. 


5 - Descongele os alimentos na geladeira ou no micro-ondas 

Na hora de descongelar, nunca deixe os alimentos à temperatura ambiente. O risco de contaminação é elevado e pode alterar o sabor e a cor do produto. 

Por isso, retire o alimento do congelador e deixe-o dentro da própria geladeira ou use a função descongelamento dos micro-ondas. Jogue fora a água que resulta do processo para evitar a proliferação de micro-organismos. 

Para acelerar o descongelamento, você pode deixar o alimento na água fria, mas na embalagem fechada. Feito isso, ele precisa ser consumido no prazo de 24 horas. Os legumes e os peixes congelados podem ser cozidos diretamente.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e ganhe acesso ao conteúdo exclusivo que reservamos para você!



Imprimir Enviar a um amigo