Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Biscoitos recheados têm muita gordura
A maioria dos biscoitos que a PROTESTE analisou tinha gordura demais. Quatro marcas possuiam excesso de trans, fato ainda mais grave.
01 abril 2008 |

Os biscoitos de chocolate com recheio de chocolate foram o tema da capa da PRO TESTE de abril. Testamos dezoito produtos e, no geral, eles agradaram muito na degustação, o que não os deixa imune a críticas. Na parte de higiene houve três com falhas, mas nada que possa prejudicar a saúde do consumidor. Problema grave mesmo foi a quantidade de gordura, pois algumas marcas abusam da saturada e outras da trans.

O consumo de apenas dois biscoitos de muitas marcas significa a ingestão de 10% da dose diária recomendada de gordura saturada. Por ser um alimento voltado para o público infantil, a quantidade é excessiva. Além de ser preciso um controle rígido no consumo de gordura saturada, a gordura trans também deve ser evitada. O ideal é um produto livre dela, situação que só encontramos em um terço dos biscoitos. Os casos mais graves foram de Break’Up!, Carrefour, Gulosos e Mabel, todos com acima de 0,2g por porção.

Um dado ainda chamou atenção na pesquisa de preços, realizada em hipermercados, lojas de departamento e supermercados de dez cidades. O valor pago por um Chocolícia pode ser o mesmo de dois Amori, que teve uma avaliação final muito superior no teste. Ou seja, desde que o consumidor pesquise, conciliar boa qualidade com bom preço é perfeitamente possível.

 

Leia também

apple
teste-azeite
sabonetes-faciais
casal-sonhando

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.