Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Azeite ou tempero? Descubra quem é quem

Quando o assunto é azeite, a PROTESTE não deixa você ser enganado. Veja a nova “gracinha” que encontramos nas prateleiras dos supermercados.

08 dezembro 2017 |
azeite-ou-tempero-abertura

Olho vivo na hora de comprar o seu próximo azeite! Você pode ver nas prateleiras uma embalagem igualzinha à do legítimo azeite de oliva, a um preço bem menor, e achar que estará fazendo um bom negócio. Mas pare! Olhe bem as letrinhas pequenas! Descobrimos quatro marcas que, na verdade, são uma mistura de óleos, que facilmente confundem o consumidor. Elas já haviam sido reprovadas em testes da PROTESTE e do Ministério da Agricultura, por se venderem como “extravirgens” sem, de fato, nem sequer serem azeites.

Para ficar sempre por dentro das nossas denúncias, associe-se agora!

Apesar da semelhança na aparência, esses produtos apresentam uma composição bastante diferente, tendo a adição de outros óleos vegetais e, em alguns casos, até de condimentos. Por isso, não podem ser considerados azeites de oliva. Só para você ter uma noção da gravidade do fato, uma ação civil do Ministério Público Federal – movida em razão de uma representação que a PROTESTE fez – exige a regulamentação de óleos mistos ou compostos, proibindo a mistura dos produtos ou disciplinando sua produção com especificação dos percentuais permitidos de cada item na combinação. Abaixo, você encontra alguns produtos que alteraram seus rótulos. Você ficará impressionado ao ver a semelhança entre as embalagens.

Faisão Real - Óleo Misto de Soja e Azeite de Oliva 5%

azeite-ou-tempero-1
O produto da Olima Indústria de Alimentos Ltda. foi reprovado em testes realizados pelo Ministério da Agricultura, em 2017.

Figueira da Foz – Tempero Português elaborado com azeite de oliva extravirgem

azeite ou tempero 2
Fabricado pela Paladar Comércio e Representação de Produtos Alimentícios Eireli. Foi reprovado em testes realizados pela PROTESTE em diversos anos (2009, 2013, 2016 e 2017) e pelos testes feitos pelo Ministério da Agricultura, em 2017.

Olivenza – Tempero Ideal Extra Premium

azeite ou tempero 3
Produzido pela Olivenza Indústria de Alimentos Ltda., foi reprovado nos testes do Mapa, em 2017. Outro produto desse fabricante, o Torre de Quintela, foi reprovado nas análises da PROTESTE de 2017.

Tradição – Tempero em Azeite de Oliva Extravirgem e Óleos Refinados

azeite ou tempero 4
Feito pela Indústria de Alimentos Paulista Comércio e Distribuição Ltda. e pela Monções Indústria e Comércio Eireli – EPP. Foi reprovado três vezes pela PROTESTE (em 2013, 2016 e 2017) e uma vez, em 2017, pelo Ministério da Agricultura.

Para não ser enganado, descubra bons azeites em nosso comparador.

 Dois lados da mesma moeda

Apesar deste alerta que estamos fazendo agora, é preciso deixar claro que, por um lado, os fabricantes desses temperos (que, quando se diziam azeites de oliva, foram reprovados em testes) se adequaram ao deixarem de se vender como azeites. Isso foi um grande avanço para o consumidor e mais uma vitória da PROTESTE. Mas, por outro lado, a mudança está longe do ideal, porque só mesmo um bom observador consegue perceber a diferença entre os dois produtos.

Não se deixe enganar! Saiba como identificar as diferenças entre azeite e tempero. 

Portanto, fique de olhos bem abertos na hora em que for ao supermercado. Leia atentamente os rótulos para identificar se a garrafinha contém o legítimo azeite ou se é uma mistura de óleos vegetais, o que configuraria o produto como um óleo misto ou composto. E aí, de posse da informação de maneira clara, faça a escolha que for melhor para você.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

azeite-ministerio
arsenio-no-arroz
dessalgar-bacalhau
foto-celular

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.