Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Como conservar o azeite corretamente?
Confira nossas dicas e saiba que cuidados são necessários para conservar o azeite e preservar todos os seus benefícios.
09 setembro 2016 |

conservar-azeite

Como detectado no último teste de azeites realizado pela PROTESTE, é importante ficar atento à qualidade do produto que se pretende comprar, pois encontramos algumas marcas adicionando outros óleos à sua composição. Porém, depois de escolher o azeite ideal, você sabe qual é a melhor forma de se conservar esse produto?

De modo geral, os óleos são facilmente degradados e, por isso, após a compra é muito importante que você saiba guardá-lo de maneira adequada para preservar seu sabor, validade e propriedades. Confira as nossas dicas e saiba o que fazer para conservá-lo corretamente em sua casa:

  • Ao comprar o azeite, verifique no rótulo a data de envasamento e fique atento à validade. O produto deve ser consumido o quanto antes, preferencialmente dentro do seu próprio ano de produção;
  • Evite a exposição direta do produto ao ar, à luz solar e ao calor por períodos prolongados. Por isso, armazene o azeite em local protegido da luz (como em armários), fresco e longe de fontes de calor como o forno, ou fogão;
  • Prefira vidros escuros que mantém a luz afastada e fazem com que o produto dure por mais tempo;
  • Utilize o azeite em preparações frias e nas que têm aquecimento brando, como refogados e ensopados. Dessa forma é possível aproveitar todos os benefícios do ingrediente, pois menores períodos de exposição ao fogo interferem menos em componentes importantes como os antioxidantes.
 

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE!

Leia também

casal-sonhando
compra-de-carro (1)
material-escolar-compras
shutterstock_1011076714

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.