Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Saiba identificar os diferentes tipos de azeite e os benefícios de cada um
Origem, processo, sabor e níveis de qualidade diferem conforme a classificação. Veja as variações e identifique qual tipo possui mais nutriente e benefícios para a sua saúde.
26 agosto 2016 |

tipos-de-azeite

Proveniente da azeitona, o azeite é rico em vitamina E, além de ser uma gordura saudável trazendo benefícios quando utilizado na dose certa (a recomendação é de 2 colheres de sopa por dia). Porém, antes de adicioná-lo à sua alimentação, é importante se atentar aos diferentes tipos de azeites que existem no mercado, pois nem todas as classificações são capazes de trazer os mesmos benéficos à sua saúde. 

Para identificar qual é o tipo do azeite, você precisa observar o rótulo da garrafa, onde vem a descrição do produto que você está levando para a casa. O último teste de azeites realizado pela PROTESTE detectou marcas que adulteram a composição do produto.

De modo geral, os tipos de azeite são classificados em: extravirgem, virgem, lampante e oliva comum. Confira a descrição de cada um e saiba como identificar a origem e o nível de qualidade: 

  • Azeite extravirgem: obtido através do emprego da primeira prensagem à frio das azeitonas, sendo o mais saudável dos azeites. Como não é refinado mantém seus nutrientes benéficos (principalmente os antioxidantes e vitaminas) integralmente e possui alta qualidade gastronômica, devido ao sabor acentuado.
  • Azeite virgem: obtido também a partir da azeitona, mas emprega processos físicos/mecânicos. É um azeite de boa qualidade, mas pode apresentar diferença no cheiro e sabor quando comparado ao azeite extravirgem.
  • Azeite lampante: por apresentar acidez intensa não é recomendado para consumo direto. Para ser comercializando deve ser submetido à refinação (neutralização, descoloração e desodorização) e misturado a outros óleos. 
  • Azeite de oliva comum: proveniente do azeite lampante, porém refinado, o que faz com que tenha cor mais clara e perfume/sabor menos acentuado. Para ser comercializado, recebe a adição de azeite virgem ou extravirgem. É normalmente usado para frituras e por ser mais barato, é bastante comum no mercado brasileiro. Porém, esse tipo possui menores teores de vitaminas que os azeites virgens. 
 

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE!

Leia também

taxa-juros
gps-dois
mutirao-nome-limpo
duvidas-whey-protein

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.