Notícia

Chocolate: ele pode fazer bem à sua saúde

12 abril 2017
beneficios chocolate

12 abril 2017

Os chocólatras de plantão devem se alegrar. O cacau tende a baixar a pressão arterial, diminuir o colesterol ruim e até mesmo prevenir algumas doenças. No entanto, é necessário escolher o produto certo e, o mais importante, não exagerar na dose. 

Os benefícios atribuídos ao chocolate devem-se à presença do cacau em sua composição. Os flavonóides encontrados no cacau, que segundo alguns estudos é maior que a quantidade encontrada no chá e no vinho, conferem proteção contra doenças cardiovasculares. Eles possuem efeito anti-inflamatório, anti-plaquetário e antioxidante, fatores que impedem ocorrência de aterosclerose.

As placas de aterosclerose são formadas com a oxidação de moléculas de LDL (o colesterol “ruim”) gerando uma resposta inflamatória com ativação plaquetária. As placas formadas podem ainda se desprender do vaso formando trombos que podem ocasionar AVC (Acidente Vascular Cerebral) e infartos. Elas também diminuem a luz do vaso, aumentando a pressão arterial. Assim, os flavonóides encontrados no cacau também agem diminuindo a pressão arterial.

Comparando a quantidade de flavonóides encontrados entre os três tipos de chocolates, o meio-amargo apresenta maiores concentrações que o ao leite, já o chocolate branco não apresenta quantidades significativas. Isso porque o chocolate meio-amargo é o que possui maiores quantidades de cacau em sua composição. Além disso, o leite, presente em maiores quantidades no chocolate ao leite, pode interferir na absorção intestinal dos flavonóides.

chocolate 

Sabendo-se das propriedades do cacau a indústria alimentícia vem lançando cada vez mais produtos com uma quantidade de cacau maior que a encontrada no chocolate meio-amargo. No Brasil, para ser considerado chocolate, o produto precisa ter apenas 25% de cacau. No entanto, existe um projeto de lei que prevê a mudança para 35%. A PROTESTE, é claro, apoia esse projeto, que, atualmente, aguarda votação na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE). Tenha em mente: quanto maior a porcentagem de cacau no produto, mais benefícios ele traz ao organismo.  

Contudo, mesmo o chocolate apresentando quantidades benéficas de flavonóides, por causa da manteiga de cacau usada em sua receita, o chocolate também contém quantidades de gorduras saturadas que não permitem o seu consumo em grande quantidade e freqüência.  Consuma com moderação.


Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).


Imprimir Enviar a um amigo