Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Server Error

Alguns produtos exigem cuidados especiais para uma melhor conservação, mas nem todos os alimentos devem ser congelados ou refrigerados. Legumes, verduras e frutas como cenoura, nabo, couve e maçã, podem resistir fora da geladeira, desde que a temperatura ambiente não passe de 15ºC. Em contrapartida, laticínios, ovos, carnes, peixes, frutas e legumes necessitam de refrigeração, que diminui – embora não impeça –, a multiplicação de micro-organismos que contaminam os produtos.

Se você costuma congelar os alimentos que prepara, procure temperá-los levemente, já que no freezer o sabor fica acentuado. A embalagem também é muito importante: ela deve ser bem resistente, evitar o contato do alimento com o ar frio e seco do freezer e impedir a passagem de água. Além disso, deve aderir bem ao produto quando congelado e soltar-se com facilidade na hora do descongelamento.

Folhas de alumínio e sacos plásticos são ideais para sólidos

Para armazenar sólidos, como massas prontas, recomenda-se o uso de sacos plásticos, incolores e bem limpos, folhas de alumínio ou recipientes plásticos fechados. Se o alimento não chegar ao nível da tampa, coloque uma folha de alumínio, papel manteiga ou plástico no espaço vazio, para impedir a formação de cristais de gelo.

No caso de líquidos, como sucos e sopas, o ideal é usar potes de vidro, recipientes plásticos ou formas de gelo. Mas fique atento: os líquidos, quando congelados, se expandem. Por isso, é necessário deixar uma margem de cerca de 2 centímetros entre o nível máximo e a borda do recipiente.

Para descongelar tortas, bolos, doces e frutas, o ideal é deixá-los, ainda embalados, em temperatura ambiente. Para carnes cruas e queijos, é preciso refrigerá-los, para que o degelo seja mais lento. Receitas prontas, como massas e molhos, podem ser aquecidas diretamente no forno ou no micro-ondas, desde que você siga as orientações do fabricante que devem constar nos rótulos. Outra dica importante é consumir os alimentos em até 24 horas após o descongelamento (no caso de frutos do mar e carnes em geral, esse prazo cai para 12 horas). Evite ainda levá-los novamente ao freezer após o descongelamento.

 

Leia também

remédios
azeite
lexotan
comida

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.