Notícia

Cafeína: para aproveitar benefícios, consuma com moderação

02 abril 2015

02 abril 2015

Usada para aliviar o cansaço e melhorar a concentração, a cafeína está presente em bebidas, alimentos e medicamentos. Por isso, não exagere no seu consumo diário. 

Quem nunca recorreu a uma xícara de café  cedo pela manhã, ou após bater aquele cansaço pós-almoço, para combater a fadiga e sentir-se imediatamente revigorado e com o foco novamente restaurado?

Esse é um dos principais benefícios da cafeína, que funciona como um estimulante ao liberar adrenalina na corrente sanguínea, tendo efeitos também na respiração, no metabolismo e trazendo ação diurética.


COMPARE CAFETEIRAS EXPRESSAS


Mas é preciso ter alguns cuidados no consumo da cafeína, especialmente quando se leva em conta que ela está presente também em muitas bebidas e alimentos de uso diário, como refrigerantes, chá, cacau, e até em medicamentos para aliviar dores de cabeça e enxaquecas.



Ingestão diária máxima de 400 mg, ou quatro xícaras de café

Assim, um adulto saudável deve ingerir, no máximo, 400 mg de cafeína ao dia, o que equivale a quatro xícaras de café, dez latas de refrigerantes de cola ou quatro a cinco latas de bebidas energéticas. Veja, abaixo, a quantidade encontrada nessas e em outras bebidas:


Ultrapassar essa recomendação diária pode resultar em problemas como insônia, especialmente quando consumida a partir do final da tarde, nervosismo e batimentos cardíacos acelerados.


Confira alguns sintomas causados pelo excesso de cafeína:

  • Insônia;
  • Nervosismo;
  • Inquietação;
  • Irritabilidade;
  • Dor estomacal;
  • Batimento cardíaco rápido;
  • Tremores musculares;
  • A overdose pode ocorrer com uma dose de 10 gramas, ou seja, 17 litros de café forte.


Tendência crescente entre atletas amadores e profissionais

Muitos atletas, profissionais e amadores, vêm usando a cafeína, que atinge seu pico no organismo entre 30 e 60 minutos após a ingestão, para melhorar o seu desempenho físico. De fato, estudos mostram que, dentro dos limites de 3 a 6 mg por quilo de peso corporal, ela é capaz de otimizar a performance. Menos comprovado é o seu uso para perder peso, por meio de sua ação termogênica, ou seja, de gerar calor e energia a partir da digestão dos alimentos.   



Quantidade de cafeína para ser consumida por jovens e crianças

A tolerância aos efeitos estimulantes da cafeína ocorre rapidamente. Dessa forma, a dica é consumi-la com moderação, pois assim se perceberá mais nitidamente os benefícios. Quem também deve ficar de olho no consumo desse estimulante pelas crianças são os pais. 

Lembre-se que, mesmo que os pequenos não tomem café ou chá, a substância ainda está presente nos refrigerantes de cola e em outras bebidas e pode causar irritabilidade e nervosismo. Já os adolescentes devem consumir uma quantidade máxima de 100 mg por dia.  


Confira nosso teste recente com cafeteiras de café expresso e economize R$ 1.252 com a nossa escolha certa




Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e ganhe acesso ao conteúdo exclusivo que reservamos para você!



Imprimir Enviar a um amigo