Notícia

“Leite deslactosado é alternativa”

26 fevereiro 2010

26 fevereiro 2010

Confira a íntegra da entrevista sobre intolerância à lactose com a nutricionista Adriana Antunes

Adriana Antunes Adriana Antunes é professora da Unicamp e co-autora do livro “Leite para adultos: mitos e fatos frente à ciência”. Confira a íntegra da entrevista dada por ela à revista PROTESTE.

1. É verdade que os adultos não devem tomar leite, pois a maioria já não tolera bem a lactose? Várias entidades são contra a ingestão de leite. Qual a sua opinião sobre isso?
O consumo diário de leite e produtos lácteos fornece cerca de 70% da recomendação de cálcio. No entanto, grande parte da população mundial é intolerante à lactose. No Brasil, devido à miscigenação racial, o número de intolerante não é tão grande: cerca de 25% da população. Para essas pessoas existe a opção de consumir leite deslactosado (ou leite de alta digestibilidade), o qual apresenta redução mínima de 90% no teor original de lactose. Queijos maturados também podem ser consumidos.

2. Nesse sentido, o iogurte é melhor que o leite?
O iogurte costuma ser digerido com mais facilidade por intolerantes à lactose do que o leite. Isso porque durante a produção do iogurte parte da lactose (açúcar do leite) é fermentada. No entanto, a maioria dos iogurtes, especialmente os de consistência firme ou cremosa, são adicionados de leite em pó e/ou soro de leite, o que melhora a textura e diminui a dessoragem do produto.
Alguns iogurtes têm a mesma quantidade de lactose do que o leite, ou seja, cerca de 5%. O que explicaria o fato de que alguns indivíduos intolerantes à lactose não apresentem os sintomas característicos da intolerância quando consomem iogurte é o fato da culturas láticas fermentadoras do produto apresentarem a enzima lactase. Essa enzima é a que deixa de ser secretada nos intolerantes à lactose, e ela é fundamental para quebrar o açúcar do leite.

3. É verdade que os cereais ricos em fibras prejudicam a absorção de cálcio? Então, não se deve consumir leite com cereais (sucrilhos ou pães integrais, por exemplo)?
As fibras presentes em alguns vegetais podem diminuir a absorção de cálcio. No entanto, creio que a ingestão de cereais matinais e pães integrais não tenham um impacto muito forte na biodisponibilidade do cálcio.

4. Se a pessoa não se dá bem com leite, o que ela deve consumir para ter o aporte de cálcio recomendado?
Ela deve ingerir outros alimentos que sejam ricos em cálcio como a sardinha, couve, feijão, repolho chinês, brócolis, espinafre. Em alguns casos é necessário suplementação por medicamento.

5. Deve-se consumir leite junto com as refeições?
Junto com refeições ricas em ferro, como almoço e jantar, o consumo de leite não é recomendado, porque cálcio e ferro competem na hora de serem absorvidos. Assim sendo, um mineral dificulta a absorção do outro e ambos são muito importantes para nossa saúde.

6. Consumir leite durante a lactação aumenta a produção do leite materno?
Não necessariamente. Mas o consumo de leite pela mãe que amamenta é muito importante para repor o cálcio secretado no leite materno. Sem essa reposição, se o consumo de fontes de cálcio for muito baixo, a mãe retirará o mineral dos seus ossos e dentes, podendo desenvolver osteoporose na terceira idade.
A própria lactose é importante para a mãe que amamenta, para provimento de leite rico nesse açúcar necessário para síntese de substâncias fundamentais para o desenvolvimento neurológico do bebê. Parte das mães intolerantes à lactose se tornam tolerantes ao açúcar do leite por ocasião da gestação. Esse mecanismo da natureza reforça a importância do consumo de lácteos durante o período de amamentação.

7. Que tipo de leite é melhor para criança: soja, integral ou desnatado?
Para crianças em fase pré-escolar que não apresentam alergia ao leite de vaca ou alguma doença genética que impossibilite o consumo desse alimento, a melhor opção é o leite integral. O ideal é escolher leite de ótima procedência, preferencialmente leite pasteurizado tipo A.

8. Quando a pessoa tem dor de estômago ela deve beber leite?
Se a dor de estômago for decorrente de gastrite ou úlcera péptica, em geral deve-se evitar o leite, especialmente leite com café.

9. Adultos com intolerância podem desenvolver algum tipo de doença se persistirem no consumo de leite?
Se a intolerância for muito exacerbada, ou seja, o consumo de lácteos resultar em episódios de intensa diarréia, pode ocorrer à médio ou longo prazo, deficiência na absorção de diversos nutrientes. Pode acarretar em desidratação também.

10. Quais os principais mitos (não verdadeiros) sobre o leite?
Alguns dos principais mitos são:
- O homem é um único mamífero adulto que continua bebendo leite após o desmame e que ingere leite de outras espécies.
 - O único tipo de leite apropriado para consumo humano é o leite materno.
- Leite e manga não podem ser ingeridos juntos, porque a combinação é fatal.
- Consumo de leite aumenta a produção de muco nas vias respiratórias (afirmação só é verdadeira para pessoas que apresentam algum nível de alergia ao leite).


Imprimir Enviar a um amigo