Notícia

Uísque legítimo na balada carioca

10 dezembro 2011

10 dezembro 2011

Analisamos amostras compradas em dez casas noturnas do Centro e das Zonas Sul e Oeste do Rio de Janeiro. E o resultado mostrou bebidas autênticas.

Os baladeiros cariocas podem ficar tranquilos, os uísques Johnnie Walker Red Label vendidos nas principais casas noturnas do Rio de Janeiro são legítimos, ou seja, não possuem nenhum tipo de adulteração.

Esse foi o resultado do teste que realizamos com dez doses sem gelo da bebida compradas em casas noturnas localizadas no Centro e nas Zonas Sul e Oeste da cidade. As amostras, que foram adquiridas na segunda quinzena de outubro, foram comparadas com o Johnnie Walker Red Label original.

Apesar da boa notícia, é válido  lembrar que o resultado reflete apenas a amostra comprada naquele momento. Desta forma, não é possível garantir que naquele estabelecimento não são vendidas bebidas adulteradas.

Os estabelecimentos visitados estão na tabela a seguir:

Casa Noturna Localização
00 Gávea
Bar do Copa Copacabana
Baronetti Ipanema
Mariuzinn Copacabana
Melt Leblon
Nuth Barra da Tijuca
Praia Lagoa
Rio Scenarium Centro
Zero 21 Barra da Tijuca
Zozô Urca

Perigo para saúde

Johnnie Walker Red Label

Falsificar ou adulterar qualquer produto, seja ele alimentício ou não, é crime previsto pelo código penal brasileiro. Mas além do aspecto ilegal, a ingestão de bebidas nestas condições pode oferecer risco à saúde, pois as matérias-primas utilizadas neste processo não têm nenhum tipo de controle pelos órgãos responsáveis.

As bebidas alcoólicas falsificadas normalmente são elaboradas através da adição de água à bebida autêntica, ou ainda, com a mistura de álcool (para fins alimentícios ou não), aroma e corante caramelo. Também pode ocorrer a mistura de uma marca cara e conhecida com uma marca mais barata e de menor qualidade.


Imprimir Enviar a um amigo