Notícia

Ação contra propaganda da Nestlé e Kellogg´s

11 junho 2010

11 junho 2010

Ministério Público de SP entrou com ação após PROTESTE e Instituto Alana contestarem forma de divulgação de cereais matinais para crianças.

A ação civil pública, que deu entrada quase dois anos depois da representação encaminhada pela PROTESTE Associação de Consumidores, em ação conjunta com o Projeto Criança e Consumo do Instituto Alana, pede que as empresas não divulguem produtos ou usem estratégias de marketing dirigidas às crianças.

O MP alega que as estratégias de publicidade dos cereais matinais se utilizam da vulnerabilidade da criança por meio de imagens de personagens infantis tanto na publicidade direta quanto nas embalagens. E que há venda casada de produtos com brindes, que pode induzir à compra por causa da brincadeira. A ação ainda ressalta que a oferta de jogos também ocorre nos sites desenvolvidos pelas empresas especialmente para esse fim.

Em outubro de 2008 a PROTESTE divulgou análises laboratoriais em 18 cereais matinais de três empresas – Nestlé, Kellogg´s e Nutrifoods – e constatou que os produtos têm excesso de açúcar e sódio e carência de fibras. A conclusão foi de que os alimentos, apesar de serem vendidos como uma boa alternativa à dieta das crianças, não contribuem para um desenvolvimento saudável.

Estudo feito pela PROTESTE e Alana também comprovou que as empresas Nestlé e Kellogg´s fazem publicidade abusiva dirigida ao público infantil e venda casada – quando o produto é acompanhado de um brinde –, além de utilizar linguagem infantil nas embalagens. Essa prática foi denunciada pelas entidades, por estimular a obesidade infantil ao usar apelos imperativos e personagens lúdicos, abusando da inexperiência das crianças.

As entidades querem que haja proibição das ações de marketing das empresas, por qualquer meio, que caracterizem publicidade abusiva, e também da prática comercial abusiva de venda casada de cereais matinais, vedadas expressamente pelo Código de Defesa do Consumidor.

Além do apelo ao consumo inserido nas mensagens publicitárias, também foram identificados problemas nas tabelas nutricionais das embalagens, pois elas indicam as referências de um adulto, enquanto o produto é destinado a crianças. Uma criança que possuir entre um e três anos deve ingerir 225mg de sódio diariamente, no entanto, uma porção de 30 gramas de cereal contém 90% dessa quantidade.

As irregularidades foram constatadas nas embalagens dos cereais matinais analisadas: Snow Flakes; Crunch Cereal; Moça Flakes; Estrelitas; Nescau Cereal Radical; Sucrilhos; The Powerpuff Girls 10th Birthday Kellogs’s; Froot Loops; Honey Nutos; Choco Krispis. É preciso a ação do MP tendo em vista a dificuldade que os pais têm em controlar o consumo desses produtos, exatamente em razão do forte apelo comercial que utiliza personagens famosos, brindes colecionáveis, brinquedos e jogos.


Imprimir Enviar a um amigo