Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Anvisa encontra pelo de roedor em pimenta-do-reino
O lote do produto está proibido em todo o Brasil devido à presença de pelo de roedor e fragmentos de insetos acima dos limites previstos na lei
30 novembro 2017 |
pimenta-do-reino-proibida

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou a Portaria nº 973 na edição de segunda (27), do Diário Oficial da União, proibindo a comercialização e a distribuição, em todo o território nacional, da pimenta-do-reino preta moída da marca Fã. O lote 21424, fabricado em 27 de março de 2017, foi vetado por apresentar fragmentos de insetos e de pelo de roedor acima do recomendado na pesquisa macroscópica e microscópica de matérias estranhas.

A descoberta das impurezas aconteceu após análise realizada pela Fundação Ezequiel Dias (Funed/Lacen-MG). Segundo a Anvisa, o laudo identifica a "presença de matérias estranhas indicativas de risco à saúde humana [fragmentos de pelo de roedor] e indicativas de falhas de boas práticas [fragmentos de insetos], acima dos limites de tolerância permitidos pela legislação vigente". A legislação permite que cada produto possa trazer certa quantidade de corpos estranhos.

Dada a proibição, a Junco Indústria e Comércio Ltda., de Uberaba (MG), distribuidora do tempero, deve recolher, imediatamente, todo o estoque do produto existente no mercado.

pimenta-do-reino

Em agosto deste ano, realizamos testes com as principais marcas de pó de café do mercado e, para nossa surpresa, encontramos um inseto inteiro, em uma das amostras. 

Para a realização deste teste, levamos em conta o regulamento técnico da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que estabelece os requisitos mínimos para avaliação de matérias estranhas macroscópicas e microscópicas em alimentos e bebidas, assim como seus limites de tolerância (RDC 14/2014). É isso mesmo: segundo a legislação, cada produto pode trazer certa quantidade de corpos estranhos. O máximo permitido no pó de café, por exemplo, são 60 fragmentos de insetos em 25 g do alimento. 

O café Melitta desapontou, e muito. Isso porque encontramos um inseto inteiro morto na amostra. Além de estar em desacordo com a legislação, que não prevê a presença de insetos inteiros no pó de café, isso mostra que pode ter havido falhas no processo de produção, manipulação ou armazenamento do produto.  
 
No café 3 Corações verificamos 15 fragmentos de insetos – número que está dentro do previsto na legislação. Olhando por esse ângulo, ele não apresentou problemas. Contudo, acreditamos que o ideal é o alimento estar totalmente livre de matérias estranhas. E isso é sim possível: nas marcas Caboclo e Pilão não detectamos nenhum corpo estranho, fosse ele macroscópico ou microscópico.

Associe-se agora e tenha acesso a um mundo de benefícios. 

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

lavar-arroz
PIM_Azeite-lisboa
ovos-proteina
rotulo-alimento-transgenico

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.