Notícia

Descarte de baterias pode contaminar peixes

27 fevereiro 2013
descarte-baterias

27 fevereiro 2013

Entenda por que o descarte mal feito de baterias é um problema sério e quais os riscos de contaminação para os peixes.

Veja alguns exemplos de onde se encontram os metais tóxicos que buscamos em nossas análises. Repare que eles chegam à natureza, muitas vezes, em decorrência do descarte inadequado do lixo e dos resíduos industriais.

Abaixo, conheça os riscos para a saúde a partir de uma exposição crônica a esses metais:

  • Arsênio:

Onde é encontrado: Água de abastecimento e alimentos contaminados, praguicidas, tintas e nas indústrias de vidro e químicas em geral.

Riscos para a saúde:Pode afetar o sistema nervoso central e periférico e causar danos aos rins e ao fígado.

  • Cádmio:

Onde é encontrado: Em baterias, ligas metálicas e alimentos contaminados.

Riscos para a saúde: Afeta, principalmente, os rins. Pode, também, prejudicar o sistema esquelético.

  • Chumbo:

Onde é encontrado: Baterias, alguns tipos de soldas e alimentos contaminados.

Riscos para a saúde: Suas ações tóxicas são mais evidentes no sistema renal e no sistema nervoso central e periférico.

  • Mercúrio:

Onde é encontrado: Extração do ouro, tintas, fungicidas e alimentos contaminados.

Riscos para a saúde: Atinge, sobretudo, o sistema nervoso central. Problemas renais também são observados.


Imprimir Enviar a um amigo