Notícia

Pelo de roedor em extrato de tomate da Heinz leva à retirada de lote do mercado

18 julho 2016

18 julho 2016
Há três anos, a PROTESTE também havia constatado o problema em ketchup da marca. Agora, há níveis de tolerância ainda maiores que permitem a presença de matérias estranhas como fragmentos de insetos e até mesmo pelos de roedores.

Pelo de roedor em extrato de tomate da Heinz leva à retirada de lote do mercado

Mesmo com os critérios menos rígidos quanto a tolerância de fragmentos de insetos e pelos de roedor em produtos derivados de tomate, a Heinz voltou a ter esse problema em produtos da marca, como anteriormente foi detectado em ketchup pela PROTESTE. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou no último dia 15 o recolhimento no mercado do lote L06, com validade até abril de 2017, do extrato de tomate Heinz, fabricado em Goiás. 


Atual legislação é mais permissiva quanto a presença de matérias estranhas

As análises determinando o recolhimento foram baseadas na resolução RDC 14/2014, que define limites maiores de tolerância para matérias estranhas em alimentos e bebidas. Para produtos derivados de tomate, é tolerado 1 em 100g; canela em pó, 1 em 50g; chocolate e produtos achocolatados, 1 em 100g.

Fragmentos de insetos e pelos de roedores são problemas frequentes detectados em testes de alimentos realizados pela PROTESTE. Na legislação anterior a presença de pelos de roedores, independente da quantidade, tornava o produto impróprio para consumo humano.

PROTESTE já havia detectado pelos de roedor em produtos 

Em 2013, análise da PROTESTE encontrou três pelos de roedor em uma amostra de 100 gramas do ketchup da Heinz, importado do México. O produto, um pote de 397 gramas do lote 2C30, foi adquirido em dezembro de 2012 em um mercado de São Bernardo do Campo (Grande São Paulo).

Em 2012, a Associação também detectou a presença de pelo de roedor em três amostras de uvas passas e castanha do Pará sem casca, em teste com produtos adquiridos em São Paulo. E em testes de ketchup e molho de tomate, realizados em anos anteriores, o problema também foi detectado.

A presença de pelos de roedores nos alimentos evidencia grave falha na implementação das boas práticas de fabricação. Os roedores (rato, ratazana e camundongo) são reconhecidamente vetores mecânicos – animais que veiculam o agente infeccioso desde o reservatório até o hospedeiro potencial, agindo como transportadores de tais agentes, carregando contaminantes para os alimentos. Eles são potenciais transmissores de doenças. A Organização Mundial da Saúde (OMS) já catalogou cerca de 200 doenças transmissíveis por roedores.


Nota de esclarecimento do fabricante: 

A Kraft Heinz Brasil informa que o processo divulgado no Diário Oficial da União refere-se a um caso ocorrido em julho de 2015, quando a empresa foi notificada pela Gerência Colegiada da Superintendência de Vigilância Sanitária de Minas Gerais. Na ocasião, a companhia recolheu imediatamente as embalagens de extrato de tomate do lote 06, validade 4/2017 disponíveis no comércio de todo o País. Por esse motivo, a Kraft Heinz reitera que não há qualquer contraindicação ao consumo dos lotes presentes nos mercados hoje. Cumpridas as determinações, o processo administrativo foi encerrado pela autoridade competente por meio de notificação e publicação desta decisão no órgão oficial de imprensa do estado de Minas Gerais. 
 
A empresa esclarece que a presença de fragmentos microscópicos é intrínseca a alimentos naturais como o tomate, porém a acidez do produto (pH) aliada às altas temperaturas controladas no processo produtivo eliminam qualquer risco ou prejuízo à saúde humana.
 
A companhia declara que adota rigoroso controle de qualidade em todas as etapas da produção, desde a escolha de fornecedores, processo produtivo e distribuição final dos seus produtos. Internamente, possui diversos mecanismos que avaliam de forma constante suas boas práticas de fabricação dentro de um Sistema de Gestão da Qualidade próprio e aplica ferramentas de segurança alimentar para anular qualquer risco de contaminação em seus alimentos. 
 
A Kraft Heinz Brasil reafirma seu total respeito, transparência e compromisso com o consumidor, com o foco constante na máxima qualidade de seus produtos, comprovada e reconhecida em todo o mundo. 


Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE!


Imprimir Enviar a um amigo