Notícia

Pelos de roedores em uvas passas e castanhas

14 setembro 2012
Higiene Alimentos250x113

14 setembro 2012

Devido ao risco à saúde do consumidor a PROTESTE solicitou a retirada imediata dos produtos contaminados dos estabelecimentos comerciais.

A PROTESTE, após a realização de testes em laboratórios, detectou a presença de pelos de roedores em três amostras de embalagens de uva passas e castanhas-do-pará comercializadas na cidade de São Paulo.  Para proteger o interesse dos consumidores, a Associação solicitou às autoridades de saúde responsáveis a retirada imediata dos produtos do comércio por representarem risco à saúde. 

Por meio de exames microscópicos os pelos de roedores foram detectados em amostras de uvas passas e castanhas-do-pará distribuídas na Cerealista Helena e no supermercado Pão de Açúcar da Vila Mariana em São Paulo. Veja na tabela abaixo as informações sobre os produtos contaminados.

Produtos/Marca Lote Fabricação Validade Local de compra ENDEREÇO
Uva passa preta sem semente/Cerealista Helena Não informado 12/06/2012 09/10/2012 Cerealista Helena R. Santa Rosa 141 - Brás - São Saulo - SP
Uva passa escura sem semente (granel)/Pão de Açúcar Não informado 06/06/2012 05/07/2012 Pão de Açúcar R. Prof. Serafim Orlandi 299 - Vila Mariana São Paulo - SP
Castanha-do-pará sem casca/Qualitá 0525 Não informado 24/10/2012 Pão de Açúcar 

O fato é que os roedores são animais que transportam bactérias, vírus e parasitas que causam inúmeras doenças. A presença de pelos de roedores nos alimentos comprova uma grave falha na implementação das boas práticas de fabricação.

A PROTESTE solicitou que os órgãos responsáveis como a Anvisa, o Departamento  de Polícia de Proteção a Cidadania (DPPC) e a Coordenação de Vigilância em Saúde (Covisa); adotem as medidas cabíveis para o caso urgentemente. Além da retirada dos lotes, é necessário também que seja feita a inspeção nos locais onde são processados os produtos.

Fique atento! Se você tem em casa um produto do lote contaminado (no caso das castanhas-do-pará Qualitá) ou com a validade citada (no caso das uvas passas da Cerealista Helena), pode exigir sua troca ou a devolução de seu dinheiro junto à fábrica processadora ou ao comerciante onde o produto foi adquirido.

Nota de esclarecimento:

A Companhia Brasileira de Distribuição contestou o resultado dos testes feitos pela PROTESTE em laboratórios credenciados. A empresa fez novas análises em outro laboratório e alega não ter encontrado pelos de roedores.


Imprimir Enviar a um amigo