Notícia

Preço alto do tomate causa polêmica

10 abril 2013

10 abril 2013

As justificativas dos preços abusivos do tomate são os efeitos climáticos e o aumento do valor do combustível, além da colheita que neste período foi reduzida pelos agricultores.

 

O valor cobrado pelo quilo do tomate já virou polêmica entre os consumidores de todo o Brasil, por isso a PROTESTE busca esclarecer quais são os motivos que levaram o preço deste alimento popular, utilizado em molhos e saladas, a atingir o preço da carne.

Desde o fim do ano passado, o principal motivo que causou este aumento constante e abusivo foi o excesso de chuvas nos meses em que o tomateiro começa a desenvolver-se nas lavouras. Outros fatores que contribuíram foram o aumento do preço do combustível utilizado no frete e a redução na produção de tomates, devido a perdas nas colheitas no mesmo período no ano passado.

Veja quanto o tomate aumentou em algumas regiões do Brasil:

  • Vitória 42%
  • Belo Horizonte 17,20%
  • São Paulo 15,68%
  • Goiânia 1,67%
  • Belém 2,72%
  • Curitiba 2,86%

Segundo o Código de Defesa do consumidor, o artigo 39 afirma que é proibido ao fornecedor de produtos ou serviços, realizar práticas abusivas de preços sem justa causa e deverão comprovar os motivos do aumento. Neste caso a alegação dos agricultores foram os efeitos climáticos e a alta do combustível.

Para não prejudicar o seu orçamento, enquanto o tomate permanecer caro dispense este ingrediente e faça outros tipos de pratos que não utilizem o tomate fresco. Além disso, muitas regiões devem começar a realizar novas colheitas em breve, e provavelmente o preço irá diminuir nos próximos meses.

O fato é que o consumidor está sem opção, pois tanto nos supermercados quanto nas feiras os produtos estão com preços altíssimos. Vale destacar que o consumidor poderá encontrar preços menores nas feiras livres, mas pode existir, por exemplo, variação no tamanho do produto oferecido.

Enquanto o preço do tomate não recua para níveis toleráveis, a dica é reduzir o consumo e apostar na diversificação. Uma das alternativas é utilizar a polpa industrializada no preparo de pratos que levam molho de tomate, já que o molho pronto não teve aumento considerável e pode ser utilizado em diversas receitas. 

Veja ao lado uma sugestão de receita de “Almôndegas caseiras” para acompanhar um prato de massa, que utiliza apenas um tomate fresco e uma lata de molho de tomate. 


Imprimir Enviar a um amigo