Notícia

Bebês-conforto: como fizemos o teste

11 outubro 2010

11 outubro 2010

Nós realizamos dois crash tests com cada modelo para avaliar segurança, além de itens como facilidade de uso e manual de instruções

A PROTESTE dividiu a análise dos bebês-conforto em duas partes: uma de segurança e outra para aspectos como facilidade de uso e qualidade do manual.

Na análise de segurança, fizemos dois crash tests, que avaliaram o comportamento do bebê-conforto em impactos frontais ou traseiros e em batidas laterais. Para o primeiro, instalamos os produtos conforme orientação do fabricante.

O veículo então é colocado sobre um trilho que alcança uma velocidade de 71 km/h (colisão frontal) ou 28 km/h (colisão lateral) para simular as batidas. São verificados itens como:

  • O deslocamento e aceleração da cabeça
  • Pressão no pescoço e na junção dele com a cabeça
  • Aceleração do corpo do bebê

Outros testes

Os bebês-conforto também foram avaliados nos quesitos abaixo:

Informações no produto – se o bebê-conforto informava adequadamente sobre direcionadores de uso, aviso sobre montagem em veículos com air bag, aviso sobre montagem no banco dianteiro e traseiro, idade e peso adequados das crianças, informações de segurança e dados gerais.

Manual de instruções – se o documento continha informações sobre montagem, limpeza e uso do produto, bem como dados sobre segurança, assistência técnica e garantia.

Facilidade de uso – feito com base na experiência prática com pais e filhos para determinar o uso diário, ajuste, uso indevido e questões de conforto relacionadas ao transporte de crianças em carros, tamanho e material do produto.


Imprimir Enviar a um amigo