Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Dá para confiar nos apps de GPS
Testamos os aplicativos gratuitos mais conhecidos e descobrimos boas opções nas indicações de voz e visuais, que guiam você ao seu destino de forma eficiente.
25 janeiro 2018 |
gps2

Hoje, quem tem um smartphone e Internet móvel (que nem sempre é indispensável) também possui um GPS à sua disposição. Testamos os apps gratuitos e, por sinal, os mais usados no Brasil atualmente e eles podem, sim, levar você ao seu destino, de forma eficiente. 

Em nosso teste, analisamos três aplicativos bem conhecidos: Waze, Google Maps e Apple Maps (os dois primeiros testados tanto para o sistema operacional iOS quanto para o Android). Para descobrirmos como se dá a atuação do app de GPS ao guiar você pelas ruas de uma cidade ou por uma estrada, avaliamos a qualidade de navegação. Levamos em conta as instruções visuais e vocais, o cálculo e recálculo de rota e o consumo da bateria.

Entre agora no nosso comparador de smartphones e veja os aparelhos com melhor custo-benefício. 

Nas instruções visuais, consideramos todas as informações dadas pelo aparelho e mostradas na tela. Nas estradas, onde a velocidade em geral é maior, as informações precisam chegar com mais antecedência. Afinal, quando se está a 100 km/h, um quilômetro passa muito rápido. Assim, o GPS precisa avisar as mudanças, de forma antecipada, para o motorista ter condições de tomar a decisão correta com segurança.

Em nosso teste, o único aplicativo considerado aceitável nas instruções visuais, tanto em pista de velocidade quanto em vias urbanas, foi o Google Maps para iOS. Isso porque ele possui linhas de rota e de ruas secundárias mais finas do que a versão do Android, o que deixa a visualização do motorista prejudicada. E, embora todos os outros tenham sido avaliados como aceitáveis apenas para estradas, mostraram bons resultados em ambientes urbanos. 

gps3

Dessa forma, o Waze e o Apple Maps (só há para iOS) se saíram melhor. Eles trazem boas cores, sinalização das ruas bem posicionadas, entre outras vantagens. Porém, vale destacar os apps não possibilitam a diferenciação das ruas, como também não mostram vias sobrepostas, com exceção do Apple Maps.

Já quando verificamos as instruções por voz, os modelos Waze (iOS e Android) e Google Maps (Android) se destacaram. Eles dão as melhores informações nas grandes cidades para o usuário, e ainda trazem uma ótima qualidade de som.

A PROTESTE testa, periodicamente, diversos produtos para você conhecer as melhores opções. Associe-se!

Na avaliação em pistas de velocidade, os apps foram considerados bons, porque, como a distância é grande entre as posições, a informação consegue ajudar o motorista de forma eficiente. Porém, o Google Maps (iOS e Android) e o Apple Maps foram considerados aceitáveis somente em ambientes urbanos, diferentemente do Waze (iOS e Android), considerado bom por conseguir guiar melhor em rotatórias e orientar por voz, de forma clara, no momento certo da ação.

Na hora de mudar de faixa, as versões do Waze se saíram melhor por se comunicarem com o motorista ainda no meio do caminho, pedindo para ele permanecer na esquerda ou na direita. Outra característica que não podemos deixar de lado é sobre a qualidade do som. Vimos que a voz do Google Maps (iOS) e a do Apple Maps poderiam ser mais claras e altas.

No recálculo da rota, os aplicativos foram considerados muito bons, exceto o Apple Maps, que, mesmo assim, obteve um bom resultado. E, ainda na avaliação da qualidade de navegação, verificamos que a maioria dos apps aumenta o tempo estimado do percurso, sendo o mais preciso apenas em áreas urbanas.

gps1

E será que os aplicativos são fáceis de manusear? Para descobrir, inserimos endereços e buscamos informações. A boa notícia é que todos podem ser usados com facilidade por não terem menus complexos e pelo fato de o processo de busca ser intuitivo, entre outras vantagens. 

Na hora de introduzir o destino, os aplicativos mostraram resultados bons e muito bons, menos o da Apple – tem uma busca que não é amigável, trazendo rotas que não são as pedidas, e a lista de favoritos fica no final do histórico de viagens, não no topo. Quando o assunto são os alertas, como a presença de policiais na rua e acidentes, a melhor opção é o Waze.

Todos os modelos dão até três opções de caminho. Porém, o Waze (iOS e Android) não funciona muito bem quando a rota é longa demais (dá um erro de servidor fora de área). E se você costuma ficar sem Internet, saiba que as versões do Google Maps conseguem calcular rota off-line, o que é um ótimo diferencial.

Já para descobrir se você vai encontrar um trânsito pesado pela frente e se há alternativas de rotas, vimos que todos os aplicativos dão as informações por meio da Internet. No entanto, a apresentação do percurso dos apps foi considerada ruim ou muito ruim. O Google Maps (iOS e Android) traz linhas coloridas para representar o trânsito e, caso tenha alguma sugestão de nova rota, aparece um aviso para que o usuário mude de opção, enquanto o Waze dá a informação sobre o trânsito apenas quando calcula a rota.

Na avaliação da duração da bateria do seu smartphone, apenas o Google Maps (Android) surpreendeu, com quase seis horas sem precisar de um carregador, à medida que a versão do iOS só alcançou cerca de quatro horas. Verificamos ainda que os apps usam muitos dados do seu pacote de Internet para traçar uma rota, sendo, por isso, considerados ruins. Apenas o Google Maps (iOS) se destacou. Já em uso, o Apple Maps se saiu muito bem e o Waze (iOS), bem. Contudo, o Waze (iOS e Android) levou o título de o melhor do teste, principalmente por ser bom tanto nas indicações de voz quanto nas visuais

Descubra quais são as nossas indicações entre aparelhos e aplicativos de GPS.

Agora, para não correr riscos durante o percurso, fique atento e anote as nossas dicas a seguir:

  • Antes de iniciar o percurso, verifique a rota inteira, para saber se ela condiz com a realidade e se vai passar por alguma área de risco.

  • Compre um equipamento para posicionar o celular na altura do campo da sua visão, mas de maneira que não atrapalhe a direção. Não utilize o aparelho sem estar posicionado corretamente.

  • Não grave locais com nomes como “casa”, “trabalho”, “escola”. Em um vazamento de dados, essas informações ficam muito evidentes. Use pontos de referência, como uma padaria próxima da sua casa ou “Local A”.

  • Desabilite notificações de mensagens ou ative a função direção já existente em alguns celulares. Assim, você vai conseguir ficar totalmente concentrado na direção.

  • Privilegie as instruções vocais, para evitar que você fique olhando para o celular. Apenas caso seja necessário, utilize as orientações visuais enquanto estiver na direção.


Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

teste-carro
babá eletrônica
NOVAshutterstock_605538734
virtus-crash-test

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.