Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Aluguel de carro: dicas essenciais para fazer um bom negócio
Não contrate o serviço sem antes ler os conselhos que preparamos para te ajudar a fazer a escolha certa
06 fevereiro 2018 |
rent-a-car-um

Que manter um carro pode comprometer seriamente o orçamento familiar, muita gente concorda.

IPVA, seguro, manutenção, eventuais multas, combustível, estacionamento, pedágio: esses são apenas alguns dos inúmeros gastos que o dono de um carro deve assumir. E, caso não possa arcar com todas as despesas, a pessoa corre o risco de ficar com o veículo parado em casa, impossibilitado de circular pelas ruas. 

É por essa razão que, cada vez mais, muitos consumidores acabam optando por vender o automóvel depois de certo tempo.

No entanto, apesar do alto custo, em muitas ocasiões o carro se torna um instrumento essencial, seja para se locomover com mais rapidez ou conforto, ou para garantir aquela viagem de férias tão esperada. 

É por isso que cresce, cada vez mais no Brasil, os serviços de aluguel de automóveis.

Confira todas as nossas lutas para garantir a sua segurança no volante.

No universo das locadoras, o consumidor pode escolher entre diferentes pacotes de aluguel, pagar em até dez vezes no cartão ou em dinheiro, com diária de quilometragem livre ou controlada, e ainda optar por itens adicionais, como GPS e cadeirinha de criança, com a adição de uma taxa extra (em média R$ 15). 

Como você pode perceber, as vantagens prometidas são inúmeras. Mas, será que a qualidade do serviço compensa? Ou será que tem deixado a desejar?   

rent-a-car-dois

Veja nossa análise com seis locadoras de automóveis atuantes no Brasil

Pensando em te ajudar a fazer a melhor escolha, preparamos algumas dicas que te ajudarão no momento de contratar a locação:

• Ao realizar a reserva do veículo pela internet, fique atento ao correto preenchimento dos itens de retirada e devolução do veículo, como local, data e hora;

• Caso queira fazer a devolução do veículo em uma loja diferente da qual foi feita a retirada, será cobrada uma taxa de retorno. O mesmo vale para entregas feitas fora do horário de atendimento dos estabelecimentos. Leve isso em consideração no planejamento de custos da locação.

• Se for retirar o automóvel em uma loja localizada dentro do aeroporto, não se esqueça de avisar a locadora sobre a companhia aérea e o horário de seu voo, isso ajudará a garantir o carro reservado em caso de atrasos de voos, desde que não ultrapasse o horário de funcionamento da loja.

• Atenção com o horário de devolução do veículo. As horas extras da diária serão cobradas do cliente de acordo com a política de tarifas oferecida pela empresa. Se tiver dúvidas sobre possíveis atrasos na devolução, opte pelas locadoras que oferecem limites de tolerância maiores, antes de realizar a cobrança de horas extras.

• Na retirada do carro, não se esqueça de levar consigo o código da reserva (localizador) juntamente com sua Carteira Nacional de Habilitação e o cartão de crédito em que será realizada a pré-autorização de locação. Confira o limite do cartão antes de comparecer a loja, pois isso pode ser limitante para a realização da locação.

• Fique atento as condições do veículo antes de retirá-lo da loja. Durante a inspeção externa, que deve ser feita junto com o funcionário da loja, observe a presença de danos encontrados na lataria, bem como as condições do estepe e seus equipamentos (chave de roda, macaco e triângulo de sinalização de trânsito). Caso identifique algum problema, sinalize ao funcionário. Qualquer diferença encontrada pela loja na devolução do veículo é considerada avaria causada pelo cliente e este deve arcar com os prejuízos.

rent-a-car-tres

• Se necessitar da locação de cadeirinhas, confira por meio da central de reserva sobre a disponibilidade do item no período de interesse. Apesar de algumas locadoras possibilitarem a solicitação desses itens via site, isso não garante a reserva.

rent-a-car-quatro

• Em caso de acidente, furto ou danos ao veículo, durante o período de locação, comunique imediatamente a locadora e procure a delegacia de polícia mais próxima para registrar a ocorrência. Para garantir as proteções contratadas, as locadoras exigem a apresentação do Boletim de Ocorrência e o preenchimento do Relatório de Sinistro, disponível nas agências.

• Em caso de infrações, a locadora recebe a notificação de trânsito e encaminha ao cliente com as orientações sobre o procedimento de indicação de condutor e pagamento da multa. Caso discorde de alguma multa de trânsito recebida, você deve apresentar defesa/recurso diretamente ao órgão emissor da multa.

• Ao locar um automóvel, certifique-se que o contrato obedeça aos princípios do Código de Defesa do Consumidor, e caso se sinta lesado com alguma cláusula não feche o serviço e denuncie a locadora ao PROCON ou a algum órgão de defesa do consumidor.

• Para garantir que o veículo desejado esteja disponível para locação durante o período de preferência, procure realizar a reserva com antecedência.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

virtus-crash-test
waze
gps-dois
cartoes-de-credito-qual-o-melhor

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.