Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Chevrolet Cruze consegue a primeira nota máxima da montadora em teste de colisão
Na última avaliação da Latin NCAP, modelo alcançou cinco estrelas para proteção de adultos e quatro para proteção infantil
20 agosto 2019 |
crash test chevrolet cruze

A Latin NCAP apresenta hoje mais uma rodada de resultados dos testes de colisão. Dessa vez, os veículos testados são as picapes Toyota Hilux com cabine dupla e SW4 e Nissan Frontier cabine dupla, além do sedã Chevrolet Cruze, que surpreendeu positivamente e obteve o melhor resultado da montadora.

Produzido na Argentina, o Chevrolet Cruze alcançou cinco estrelas, a nota máxima, para proteção de adultos, resultado melhor do que o obtido ano passado, em que alcançou apenas quatro estrelas. No teste de 2018, o Cruze não tinha airbags de cortina para a segurança da cabeça em caso de impacto lateral, o que foi corrigido pela montadora: desde 21 maio de 2019, todos os Cruzes são produzidos com seis airbags e controle eletrônico de estabilidade (ESC) padrão. 

Já em relação aos ocupantes infantis, o modelo da Chevrolet não conquistou as cinco estrelas, mantendo as quatro recebidas no teste anterior, porque a sinalização das ancoragens ISOFIX ainda não atende aos requisitos da Latin NCAP e também a proteção oferecida ao dummy (bonecos utilizados nos testes) de três anos no impacto frontal. 

Hilux renova nota máxima

O segundo veículo avaliado nesta etapa de testes do Latin NCAP foi a Toyota Hilux nos modelos cabine dupla e o SW4, fabricados na Argentina e Tailândia, e o resultado é animador: os modelos renovaram, sob o último e mais rigoroso protocolo de avaliação, as cinco estrelas para proteção de ocupantes adultos e crianças. 

A Toyota Hilux cabine dupla e a SW4, produzidas a partir de 1º de julho de 2019 agora tem controle eletrônico de estabilidade (ESC) e um total de sete airbags como equipamento padrão: três frontais, dois laterais de corpo e dois laterais de cortina. 

Além disso, a Toyota recomenda a instalação das cadeirinhas com ambos os dummies infantis (representando crianças de 18 meses e de 3 anos) virados para trás, seguindo as melhores práticas globais, o que contribuiu para a alta pontuação de proteção no teste dinâmico para os ocupantes crianças. 

Nissan Frontier pode ser melhorado

O último modelo avaliado foi o Nissan Frontier, cabine dupla, produzido na Argentina e no México, e alcançou quatro estrelas para proteção de ocupantes adultos e crianças. Com dois airbags frontais e controle de estabilidade (ESC) padrão, a estrutura do modelo foi classificada até o limite como instável.

A falta de proteção lateral para a cabeça como padrão limitou o veículo a ser avaliado no impacto lateral de poste. A proteção oferecida ao dummy de três anos, bem como a falta de possibilidade de desconectar o airbag do passageiro limitaram o veículo a obter uma pontuação mais alta, o que resultou em uma avaliação de quatro estrelas.

Para Alejandro Furnas, secretário geral da Latin NCAP, os resultados são surpreendentes e mostram grande progresso: “O resultado atualizado da Hilux cabine dupla e da SW4 demonstra o compromisso da Toyota em obter cinco estrelas. O restante dos fabricantes de veículos para venda na região deve seguir este exemplo. O primeiro resultado de cinco estrelas no Latin NCAP da General Motors é um grande passo à frente, considerando que o modelo introduziu airbags padrões para proteção lateral de cabeça, demonstrando claramente a meta de atingir os mais altos níveis de segurança. Encorajamos a General Motors a oferecer esses níveis de segurança em modelos com preços mais baixos. Embora a classificação de quatro estrelas da Nissan mostre boa proteção, perto do seu concorrente, a Hilux, a Frontier pode melhorar. A Nissan poderia seguir o caminho da Toyota e adicionar airbags laterais de corpo e cabeça, apontando para as cinco estrelas”.

O secretário acrescenta a importância do mercado: “O mercado ajuda a orientar as decisões sobre políticas de segurança de frota e agora mostra que os resultados de cinco estrelas são possíveis. Está sendo percebido que a demanda do consumidor pode ajudar a direcionar o mercado mais rapidamente para veículos mais seguros. Todos esses modelos, que vemos melhorar de forma voluntária, oferecem níveis mais altos de segurança e antes de isso ser exigido pelo governo”, finaliza. 

nissan-frontier

Ricardo Morales Rubio, presidente da comissão diretiva da Latin NCAP, afirma que a organização está muito satisfeita com últimos resultados obtidos pelas picapes: “Este segmento é muito importante, especialmente para os gestores de frotas que exigem veículos mais seguros para seus funcionários todos os dias. Com esses resultados, eles agora têm mais informações disponíveis sobre as opções no mercado, mas isso não é suficiente. Encorajamos todos os outros fabricantes com grandes frotas na região a oferecer os melhores níveis de segurança em seus produtos. Damos as boas-vindas, também, as cinco primeiras estrelas da General Motors no Latin NCAP. Depois de muitos anos trabalhando na região, é bom ver um fabricante global reagir voluntariamente aos programas e se preocupar com seus consumidores”, afrma. 

 

Leia também

broken-car
Carro andando na chuva
crash test fiat argo
cobertura-seguro-carro

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.