Notícia

Ciclovias são uma boa opção

31 maio 2012

31 maio 2012

Andar de bicicleta faz bem à saúde e ao trânsito, mas malha cicloviária deixa a desejar

Pedalar tem sido a melhor alternativa para ter um estilo de vida saudável. Por isso, fizemos um estudo em quatro capitais brasileiras para saber qual o estado de conservação e extensão da malha cicloviária em cada uma delas.
Escolhemos Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Curitiba. Nas duas últimas, porém, o estudo foi limitado à pesquisa em sites oficiais. No Rio de Janeiro e Salvador visitamos as ciclovias e analisamos seu estado de conservação.
Nem tudo é ciclovia
É importante lembrar que existem diferenças entre ciclovia, ciclofaixa e faixa compartilhada. Ciclovia é uma pista própria para bicicletas, separada do trânsito em geral. A ciclofaixa é um trecho de uma rua ou calçada, delimitado por uma linha ou blocos de concreto. Na faixa compartilhada bicicletas e veículos se misturam.
Dicas para pedalar sem riscos
Quando pensamos na bicicleta como meio de transporte, o único ponto negativo parece ser a segurança. Portanto, além de respeitar a sinalização e o espaço delimitado ao ciclista, é importante usar adereços refletivos e luzes piscantes.
No Rio de Janeiro o uso de acessórios de segurança foi pouco lembrado pelos ciclistas, que circulavam inclusive usando fones de ouvido. A audição é uma importante ferramenta de comunicação no trânsito, assim como os gestos. Outra dica é usar roupas claras para pedalar à noite.
Para saber qual o estado de conservação das ciclovias do Rio de Janeiro e Salvador e o restante das nossas dicas, veja a matéria completa na revista Proteste nº 114. Lá você encontra fotos e dados das principais ciclovias do Rio de Janeiro.
 
 
 

Imprimir Enviar a um amigo