Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Desafios que pessoas com deficiência enfrentam no dia a dia
Nossa pesquisa com mais de 400 entrevistados com algum tipo de deficiência nos dá uma ideia sobre as dificuldades com as quais se deparam.  
05 dezembro 2017 |
Portadores_de_necessidades02
Em fevereiro e março, enviamos um questionário eletrônico para o e-mail de nossos associados, com perguntas sobre o desafio de viver com algum tipo de deficiência física. Recebemos 781 respostas, das quais 444 eram de pessoas que realmente tinham alguma deficiência leve, moderada ou grave. Isso nos permitiu apenas ter uma visão geral do que esses indivíduos enfrentam no dia a dia, tanto em suas casas quanto nos ambientes externos (ruas e prédios públicos e privados). Vale destacar que os resultados desta pesquisa não são representativos da população brasileira. No entanto, eles indicam tendências sobre a realidade das pessoas com deficiência. 

Entre nossos entrevistados, 57% são ativos profissionalmente e 2% são estudantes. Felizmente, 67% garantem que nunca foram discriminados por seus superiores, sejam chefes ou professores, e 65%, nunca por seus colegas. Apesar desse aspecto positivo, os entrevistados ressaltaram que enfrentam muitas dificuldades a todo momento. Para muitos deles foi necessário fazer adaptações em suas casas para viver de modo mais confortável e com mais segurança. Veja as principais mudanças relatadas:

*45% dos entrevistados tiveram que adaptar o vaso sanitário. 

* 42% precisaram reformar o boxe do banheiro. 

* 35% alargaram as portas de suas casas 

* 35% instalaram corrimão nas escadas 

* 24% alargaram os corredores 

*21% colocaram elevadores ou dispositivos de elevação 

portadoresdenecessidades05


Acesso nem sempre é fácil 

Entre as pessoas com deficiências mais graves, questionamos os graus de dificuldade para irem a determinados locais: 

* 56% afirmaram que sentem um pouco de dificuldade para chegar em prédios públicos. 

* 34% contaram que enfrentam muita dificuldade para chegar a estádios de futebol.

*55% mencionaram um pouco de dificuldade no acesso a bares e restaurantes. 

* 36% não tiveram nenhum problema para chegar a shoppings. 

*57% enfrentaram um pouco de dificuldade para se movimentar dentro de bares e restaurantes 

* 33% tiveram muita dor de cabeça para circular dentro de estádios

* 56% se depararam com um pouco de trabalho para se movimentar em supermercados 

portadoresdenecessidades

Apresentamos ainda algumas frases aos entrevistados e perguntamos se concordavam com elas. Veja alguns exemplos: 

*99% concordam que deveria ser obrigatório que todos os prédios públicos (hospitais, escolas, bibliotecas, etc) fossem adaptados. 

*99% concordam que deveria ser obrigatório que todas as calçadas e faixas de pedestres fossem adaptadas.

*87% concordam que pessoas com deficiência deveriam ter mais oportunidades de emprego.

*54% concordam que as pessoas dão prioridade a quem tem deficiência (em filas, transporte público, etc.)

*34% concordam que o transporte público está bem adaptado (assentos suficientes, facilidade para entrar e sair...) 

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

babá eletrônica
conta
remédios
amazon-vende-brasil

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.