Notícia

Carros melhoram nos testes do Latin NCAP 2014

19 agosto 2014

19 agosto 2014

Peugeot e FIAT melhoram os resultados na quinta fase de testes de colisões do Programa de Avaliação de Carros Novos para a América Latina (Latin NCAP), enquanto o desempenho da Chevrolet ainda desaponta.

O Programa de Avaliação de Carros Novos da América Latina (Latin NCAP) divulgou hoje novos resultados dos testes de colisões e a boa notícia é que o veículo Peugeot 208 teve bom resultado para proteção aos passageiros da frente e os veículos Chevrolet Onix e Fiat Novo Palio também tiveram resultados satisfatórios. Porém, outros veículos como o Chevrolet Spark (sem airbags) e o Fiat Novo Palio (sem airbags) foram reprovados no teste. 

Confira aqui os resultados dos testes e os vídeos das colisões:

latin-cap


Segurança deve levar em conta lesões, não tecnologia

Diante de muitos resultados negativos com alguns automóveis, o Latin NCAP continua preocupado com a falta de critérios de desempenho e de requisitos de conformidade de produção (CoP) em algumas normas de proteção do ocupante em países da região.

As normas que deveriam ser adotadas aplicam o critério de desempenho, medido, em geral, por meio dos níveis de lesões em um dummy no teste de colisão; sem importar que tecnologia está sendo aplicada para protegê-los. 

Avaliação mais rígida para crianças 

Neste ano, o Latin NCAP aumentou a exigência de avaliação para ocupantes crianças. Na quinta fase do teste foi utilizada uma nova tecnologia de dummy infantil (boneco Q) para representar crianças de três anos e de 18 meses.

A nova avaliação também ponderará a capacidade dos automóveis de se instalar, de forma correta, alguns equipamentos no carro, proporcionando mais pontos às ancoragens ISOFIX e aos cintos de três pontos em todas as posições. A adoção dos sistemas de retenção ISOFIX é peça-chave para reduzir a probabilidade de uma instalação incorreta e, geralmente, melhora o desempenho dinâmico.

Testes de colisão feitos desde 2010

Desde 2010 o programa Latin NCAP busca promover a vontade de alterar a produção e oferecer modelos mais seguros para o mercado, por parte dos fabricantes líderes. Além de promover carros mais seguros e criar consciência entre os consumidores sobre as opções que existem na hora de adquirir um novo veículo.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e ganhe acesso ao conteúdo exclusivo que reservamos para você!



Imprimir Enviar a um amigo