Notícia

Crash box: conheça a sua importância

28 agosto 2012

28 agosto 2012

Em caso de colisão em baixa velocidade, esse dispositivo reduz danos às peças e os custos do reparo. Mas são poucos os carros que o contém.

Verificamos recentemente a importância do crash box, um dispositivo que a maioria dos consumidores desconhece e sequer pode optar por tê-lo – ou o modelo vem com ele ou não. Mas percebemos ser essencial para minimizar danos estruturais em caso  de impacto em baixa velocidade.

O dispositivo pode absorver 90% da energia do impacto sem deformar as longarinas (peças estruturais que vêm atrás do para-choque). Por isso, é importante sua presença tanto na parte dianteira quanto traseira.

  • Ainda não é item de fábrica

Apesar de o crash box ser um dos conceitos mais recentes na evolução dos automóveis, ainda não é um item obrigatório no país. Na Europa, todos os veículos têm que sair de fábrica com esse dispositivo.

  • Precauções e segurança

Recomenda-se que sempre que houver colisão, mesmo em baixa velocidade e sem modificações estéticas aparentes, o carro deve ser levado a uma oficina para a verificação do estado do crash box. Isso porque o dispositivo influencia diretamente no acionamento do air bag, pois é por meio dele que são calculados os parâmetros de calibração para a abertura das bolsas infláveis. Caso ele esteja danificado, seu acionamento pode estar comprometido, não cumprindo a função de proteger os ocupantes.

  • Menos peças danificadas

Ter o crash box instalado no veículo também é uma forma de reduzir o valor do seguro graças à facilidade de reparação das peças do automóvel. Esse fator é levado bastante em conta na hora de calcular o valor do seguro.

  • Modelos aprovados no mercado

Somente três dos 17 avaliados, de nove principais montadoras, já saem de fábrica com o dispositivo em ambas as partes, um fator bastante preocupante. São eles: Volksvagen Novo Fox, Citroën C3 e JAC J3 Hacth. Já está na hora de as montadoras no Brasil mudarem de mentalidade. Afinal, esse dispositivo não é só importante para a segurança do passageiro, como também evita gastos excessivos com reparos.


Imprimir Enviar a um amigo