Notícia

Brasileiro admite que excede velocidade

20 maio 2014

20 maio 2014

Nossa pesquisa mostra que estacionar em local proibido e dirigir após beber álcool também estão entre as violações mais citadas pelos entrevistados. 

O brasileiro anda excedendo o limite de velocidade das vias e estacionando em local proibido. Foi o que constatamos na recente pesquisa que fizemos sobre comportamento no trânsito com 975 motoristas, com idade entre 18 e 70 anos.

 

Além de gerar perda de pontos, suspensão ou cassação da carteira nacional de habilitação (CNH), as infrações podem causar despesas consideráveis ao condutor, dependendo de sua situação financeira. Para você ter uma ideia, nos últimos cinco anos, os entrevistados gastaram, em média, R$ 795 com o pagamento de multas, sendo que R$ 315 somente no último ano.

 

E apesar das inúmeras campanhas que mostram os perigos da combinação entre álcool e direção e da maior rigidez da fiscalização nas ruas em todo o Brasil, 40% dos entrevistados admitem que dirige, mesmo "tendo bebido um pouco", embora não especifique a quantidade.

 

Brasileiro não larga o celular ao volante

 

Nosso estudo também comprovou que o brasileiro não consegue largar o celular, sobretudo quando está ao volante. Prova disso é que 67% dos participantes falam ao telefone enquanto conduzem seus veículos.

 

Embora seja um dever dos órgãos de trânsito punir quem comete uma infração de trânsito, também é um direito do cidadão defender-se da multa. Para entrar com recurso, o motorista deve redigir um ofício (veja um exemplo ao lado), narrando seu argumento, e entregá-lo à Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari), no Detran de seu estado. 


Imprimir Enviar a um amigo