Server Error
Server Error

A PROTESTE Associação de Consumidores enviou ofício à Volkswagen cobrando a realização de um recall dos modelos usados do Fox. Pede para que seja corrigido o problema que causa ferimentos ao se manusear o encosto do banco traseiro para ajustar o porta-malas. Ao movimentar o encosto do assento traseiro oito consumidores tiveram mutilação de dedos, além de ferimentos em outros 14. A Associação exige a instalação de um sistema mais seguro de fixação da alça, que não cause esmagamento de dedo.

O alerta da Associação é que não se deve usar a argola como ponto de apoio para movimentação do banco. A alça metálica que sustenta a tira de “pano” para rebater o banco traseiro atua como uma espécie de guilhotina se for manuseada incorretamente.

Se o usuário, ao invés de segurar na tira de pano (como indica o fabricante através de desenhos esquemáticos aplicados no banco traseiro e visíveis pelo bagageiro), pegar na alça metálica, ele pode ter seu dedo esmagado.

A entidade cobra da Volkswagen um melhor sistema de informação ao consumidor, com a distribuição de adesivos, para as 520 mil unidades vendidas nos últimos cinco anos, com alerta a ser afixado na traseira dos bancos.  Deve-se informar para não se colocar o dedo na argola ao fazer o rebatimento do banco para aumentar ou diminuir o espaço do porta-malas. A PROTESTE entende que não basta informar sobre o perigo do uso indevido da peça e que a operação seja feita só após a consulta ao Manual.

A Associação enviou cópia do ofício para o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça para que acompanhe e exija que o recall seja feito, por se tratar de acidente de consumo.  Para os carros novos, a PROTESTE entende que  deve ser alterado o projeto de fabricação para evitar novos acidentes.


Imprimir Enviar a um amigo