Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Tem um carro da Fiat? Fique atento ao novo recall da empresa
Companhia detectou falhas no deflagrador do airbag dos modelos Uno, Palio e Grand Siena. Veja os anos e os chassis dos carros que precisam ser levados às oficinas credenciadas.
 
15 janeiro 2018 |
Abertura_recall
 

Se você tem um Palio ou um Grand Siena fabricado em 2012 ou um Uno produzido entre 2010 e 2012, já pode atender ao novo recall da Fiat, que iniciou na segunda-feira, 15 de janeiro. A empresa detectou a possibilidade de degradação do deflagrador do airbag causada pela eventual exposição do carro a variações altas de temperatura ou umidade absoluta durante um longo período.

 

A PROTESTE defende iniciativas que promovem a segurança de motoristas, passageiros, ciclistas e pedestres. Associe-se!

Segundo a companhia, “em caso de colisão que resulte no acionamento do airbag, poderá ocorrer a ruptura de seu deflagrador devido a uma excessiva pressão interna, provocando a dispersão de fragmentos metálicos com potenciais danos físicos graves ou até mesmo fatais aos ocupantes do veículo”. Em função disso, a empresa convocou os proprietários desses veículos a comparecerem a concessionárias ou oficinas credenciadas para realizarem o devido conserto. 

Confira os anos e os chassis (últimos sete dígitos) dos carros com a falha:

Uno
Unidades fabricadas entre 2010 e 2012
Chassis de 0000002 a 0301030


 

novo-uno2012

 

Palio
Unidades fabricadas em 2012
Chassis de 2000001  a 4000021

 

paliofinal

 

Grand Siena 
Unidades produzidas em 2012
Chassis de 3000001  a 3000262


rszgrandsiena2012


Você pode agendar o reparo - gratuito - em qualquer concessionária da Fiat ou oficina credenciada em todo o país. Segundo a companhia, o serviço dura cerca de duas horas, Qualquer outra dúvida pode ser esclarecida pela Central de Serviços ao Cliente FIAT, pelo telefone 0800-707-1000. 

Atenção aos comunicados

Se você é proprietário de um veículo, moto, caminhão ou até bicicleta de qualquer marca, deve estar sempre atento às notícias sobre segurança automotiva ou acessar com frequência os sites dos fabricantes, do Ministério da Justiça, do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e acompanhar o noticiário na TV ou no rádio. São em meios como esses que os recalls são divulgados. 

Mesmo que não haja prazo para o conserto, procure levar seu automóvel para fazer a devida correção o quanto antes, já que o que está em jogo é a sua segurança e a de outras pessoas, 

 
conserto
 

Exija o comprovante do conserto feito

Na concessionária, exija e guarde o comprovante de que a correção foi feita. Isso porque, se o problema persistir, você terá como reclamar novamente junto à fabricante. Caso queira vender o carro futuramente, deverá entregar o documento ao comprador. E, se quiser adquirir um veículo usado, verifique se já foi convocado pela fabricante ou montadora a fazer um conserto e repasse o comprovante ao vendedor. 

Caso enfrente algum problema de consumo em função do recall, procure nosso Serviço de Defesa do Consumidor, ligando para 0800-282-2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular) ou escrevendo sua queixa em proteste.org.br/reclame.

Leia também

casal-sonhando
onde-comprar-materiais-de-construcao-barato
abertura

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.