Notícia

Volkswagen fará recall de 477 mil Fox

25 abril 2008

25 abril 2008

Medida ocorre dois meses após notificação da PROTESTE de relatos de acidentes de consumo, com mutilação de dedos, em bancos do CrossFox e SpaceFox.

Finalmente a Volkswagen do Brasil fará um recall do Fox, dois meses após o pedido da PROTESTE para evitar que mais consumidores sejam feridos no manuseio do banco traseiro. O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça, informou que vinha tratando da questão de forma criteriosa, desde Julho de 2006, quando foram comunicados os primeiros acidentes, tendo envolvido o Ministério Público para definir como obrigar a empresa a chamar os consumidores para reparar o defeito. E agora finalmente, além do Termo de Ajustamento de Conduta, a empresa terá que recolher ao DPDC R$ 3 milhões.

A PROTESTE lamenta a postura da empresa que esperou haver oito consumidores feridos, e ainda assim não quis admitir a necessidade do recall apesar do problema de segurança, preferindo atribuí-lo à desatenção dos consumidores em ler o manual, que alertaria para a maneira correta de manusear o banco.

Não fosse o empenho da imprensa em divulgar os casos, com a publicação inicialmente pela revista Época, em 4 de fevereiro, e a PROTESTE insistir em providências, e o conhecimento do defeito ficaria restrito . “É preciso mais seriedade e agilidade com questões envolvendo a segurança do consumidor”, observa Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da Associação.

A montadora disponibilizou um site (www.vw.com.br/bancodofox) com informações detalhadas sobre a operação de ampliação do porta-malas do Fox, e um telefone para esclarecimentos (0800 019 8866), disponível de segunda a sexta, das 8h às 22h, e aos sábados, das 8h às 14h. É importante quem tem o veículo atender o chamamento da empresa para reparo do defeito.

A empresa informou que, de 2003 a 2008, já produziu 820 mil unidades do veículo nas versões Fox, CrossFox e SpaceFox. No Brasil, foram vendidos 477 mil veículos, e outros 343 mil foram exportados. Os três modelos devem ser incluídos no recall.

A medida não tem nenhuma interferência nas ações ajuizadas de reparação de danos que já estão em trâmite ou que ainda podem ser ajuizadas.

O Comunicado do recall será feito por televisão, rádio e jornais, além de envio de correspondência a todos os proprietários de modelos Fox fabricados a partir de 2003, conforme prevê o artigo 10 do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Em fevereiro, a montadora anunciou que ofereceria aos proprietários do modelo Fox a instalação de uma "peça adicional que evita eventuais erros na operação de rebatimento do banco traseiro" do carro. À época, a empresa negou que estivesse realizando um recall e atribuiu os acidentes ao mau uso do sistema de rebatimento do banco traseiro do Fox.

O acidente acontece quando o usuário tenta aumentar o espaço do porta-malas, rebatendo o banco traseiro. Para a operação, é preciso puxar uma alça embaixo do banco traseiro, para deslocar o encosto do assento. O perigo ocorre quando o motorista encaixa o dedo na argola dessa alça. Segundo a Volkswagen, o risco existe somente para os modelos de banco inteiriço do Fox, que equipa o carro desde o seu lançamento, em 2003.


Imprimir Enviar a um amigo