Notícia

Bancos cobram juros altos no cartão de crédito

24 setembro 2012

24 setembro 2012

Após a pesquisa da PROTESTE ficou em evidência que os bancos cobram juros altos, realizam cobranças indevidas e omitem as relações de tarifas.

Com a intenção de que sejam adotadas medidas que promovam a redução dos juros no rotativo dos cartões de crédito, a PROTESTE realizou um estudo recentemente sobre o assunto e enviou os resultados à Casa Civil, ao Ministério da Fazenda e ao Banco Central para alertá-los quanto à realidade das taxas cobradas nos cartões de crédito no Brasil, inclusive em comparação com outros países da América Latina.Ficou constatado que temos os juros mais altos do mundo, 323%.

O principal custo que deve ser avaliado é a anuidade, verificamos que alguns cartões oferecem isenção dessa tarifa durante o primeiro ano, mas no segundo ano são cobrados valores muito altos. Como é o caso dos cartões diferenciados do HSBC, do Banrisul e do Bradesco. No caso do HSBC, a anuidade no segundo ano pode custar até R$ 350. Já no Banrisul, R$ 280. E no Bradesco, chega a R$ 290.

Além da cobrança da anuidade podem incidir sobre a sua fatura quatro tipos de juros e todos eles podem ser evitados. Veja abaixo:

  • Rotativo: Você foge dos juros no crédito rotativo se pagar o valor total da fatura. Os juros podem chegar a 878%.
  • Saque: Os juros da função saque são fáceis de evitar, basta não sacar com o cartão de crédito, pois além da tarifa você paga juros de até 655%.
  • Parcelamento de fatura: Programe-se para pagar toda sua fatura e não precisar desse tipo de parcelamento, para fugir dos juros no parcelamento da fatura.
  • Parcelamento da compra: Para evitar os juros cobrados no parcelamento da compra, opte por lojas que ofereçam essa facilidade com juros zero.

Para indicar o melhor cartão de crédito para você, partimos do princípio de que ele será utilizado com moderação e que será pago, em dia, o valor total da fatura sem necessidade de entrar no rotativo. Por isso, a anuidade é que será levada em conta para a decisão da escolha certa.

Assim, o ideal é um cartão sem essa cobrança. E os únicos com essa característica são Santander Free e Hipercard. Porém, eles possuem taxas de juros altíssimas. No rotativo, os juros são de 452% e 607% ao ano, respectivamente.  E de 524% na função saque, no caso do Santander Free. Nesse cartão, a isenção da anuidade só ocorre se você utilizá-lo todo mês, caso contrário será cobrada uma mensalidade de R$ 12.

Os que mesclam de maneira positiva anuidade e juros no rotativo são Azul Caixa e Reward do Santander, por oferecerem uma das taxas mais baixas do mercado. O cartão Azul Caixa apresentou a menor taxa no rotativo entre os analisados, variando de 40% a 57% ao ano. O cartão Ibicard Nacional, do Banco IBI apresentou os juros do rotativo mais elevado, de 878% ao ano, sendo um abuso ao orçamento do consumidor.  


Imprimir Enviar a um amigo