Notícia

Conta corrente: você não tem que pagar por ela

15 maio 2014

15 maio 2014

Pouca gente sabe, mas é possível realizar transferências, utilizar cheques e cartões sem que seja necessário desembolsar qualquer quantia por esses serviços.

Ter uma conta corrente não vinculada a um pacote de serviços é um direito garantido pelo Banco Central. Isso significa que o correntista pode usufruir gratuitamente dos serviços tidos como essenciais, sendo essa uma boa alternativa para quem faz transações bancárias básicas. Ao usar mais do que é oferecido, paga-se separadamente por cada transação.


Entre os serviços chamados essenciais, estão:

  • Fornecimento de cartão de débito
  • Fornecimento de dez cheques por mês
  • Segunda via do cartão de débito
  • Realização de até quatro saques por mês
  • Realização de consultas pela Internet
  • Realização de duas transferências, por mês, entre contas na própria instituição
  • Compensação de cheques

 

Outra maneira de ficar livre das tarifas é contratar uma conta digital, cujo uso é restrito à Internet e ao caixa eletrônico. Ela é ideal para quem está acostumado a utilizar essas ferramentas e, no caso de contato via telefone ou na agência, há cobrança de taxa. Instituições como Banco do Brasil, Bradesco e Itaú possuem essa modalidade.
Por outro lado, se você faz constantes visitas à agência e realiza um alto volume de transações do tipo DOC/TED, talvez seja melhor escolher uma conta que traga um pacote de serviços. Os valores variam R$ 5,60 a R$ 65. Como os bancos têm a obrigação de divulgar o valor das taxas cobradas, além de deixar claro quais serviços estão incluídos nos pacotes disponibilizados, fique de olho nessas informações e prefira a conta mais adequada às suas necessidades.


Imprimir Enviar a um amigo