Notícia

Contas correntes: perfil determina serviços

24 novembro 2010

24 novembro 2010

Antes de contratar, analise o que você precisa. Você também pode poupar ao consultar saldos e extratos pela Internet.

Fizemos mais um estudo com as principais contas correntes do mercado. E concluímos que, para chegar ao produto que atende às suas necessidades e que cobre um preço justo por seu pacote de serviços, você deve analisar com muita atenção o seu perfil. O uso ilimitado de um serviço de que você só precisa esporadicamente pode sair mais caro do que pagar por ele de forma avulsa. Se usar mais do que o previsto, você também paga pelo que excedeu. Veja o nosso estudo e entenda melhor.

Saques pesam

Todos os bancos cobram tarifas se você exceder o número mensal de saques que contratou. Fique atento!

Cheques garantidos

Por determinação do Banco Central, todas as cestas bancárias oferecem cheques àqueles que tem os critérios para tal – mesmo nos pacotes que afirmam não possuir. Você tem direito a dez folhas de cheque independente do pacote e do banco.Trata-se de uma estratégia para induzir o consumidor a contratar uma cesta mais cara. Se você usa poucos cheques, a cesta mais cara não é, necessariamente, a ser mais adequada.

Economize com a Internet

Transferências e consultas de saldos geralmente são mais baratas quando feitas pelo telefone ou pela Internet. E a consulta de saldo, para todos os bancos, é gratuita quando feita pelo computador.

Serviços obrigatórios

Existe uma série de serviços a qual você tem direito, independentemente da cesta que contratar. Faça valer seus direitos!

Pacote padronizado

Hoje, todos os bancos são obrigados a oferecer ao consumidor um pacote padronizado de serviços, que em tese deveria ser o mais barato. Entretanto, você pode encontrar, em todos os bancos, cestas mais baratas com o mesmo número de serviços.

Falta transparência

Seguindo a estratégia de oferecer os pacotes mais caros aos clientes, a maioria dos bancos omite informações, fazendo você pagar mais por um serviço que teria de graça.

Parece, mas não é

Muitos consideram o cheque especial como um serviço integrante das contas correntes, mas na verdade ele é um empréstimo, e você para caro por ele


Imprimir Enviar a um amigo