Notícia

Rodízio de carros em SP: desrespeito provoca perda de carteira

01 abril 2016

01 abril 2016

Cada infração leva a perda de quatro pontos na carteira e ao pagamento de multa no valor de R$ 85.

Em São Paulo há restrição de circulação de carros e caminhões válida para o período de maior movimento no trânsito pela cidade, das 7 às 10 horas e das 17 às 20 horas.

De acordo com o final de placa e dia da semana (veja a tabela abaixo), os veículos não podem circular nas ruas e avenidas internas ao chamado mini-anel viário durante o horário estipulado. Tudo para reduzir o congestionamento


Dia do rodízio

segunda

terça

quarta

quinta

sexta

Final da placa

1 e 2

3 e 4

5 e 6

7 e 8

9 e 0


Tem muita gente que perde a carteira por desrespeitar o rodízio e perder pontos na carteira. Cada infração leva a perda de quatro pontos na carteira e ao pagamento de multa no valor de R$ 85. O detalhe é que mesmo quem vem de outra cidade também tem que respeitar o rodízio por isso é importante ficar atento ao dia e horário de restrição de seu veículo.


O veículo que for pego transitando no dia de seu rodízio terá cometido uma infração de transito e poderá ser penalizado com multa de rodízio no valor de R$ 85, e ainda ter 4 pontos na carteira. 


Alguns motoristas são dispensados de obedecer ao rodízio, como os portadores de deficiência. Também não precisam respeitar o rodízio carros de médicos, ambulâncias, policiamento, Correios, serviços públicos essenciais, guinchos, socorro mecânico de emergência, transporte de alimentos perecíveis, Corpo de Bombeiros e Serviço


Mas é preciso preencher um formulário para conseguir a permissão da prefeitura. Ele está no site da Secretaria Municipal dos Transportes. 

  • É preciso tirar cópias da identidade do motorista, do portador de deficiente e do representante legal dele; do certificado de propriedade do carro; da carteira de habilitação; e de um atestado médico original que comprove a deficiência 
  • Os documentos e o formulário devem ser mandados para o DSV (Departamento de Operação do Sistema Viário), na rua Sumidouro, 740, térreo, Pinheiros, CEP 05428-010. O local fica aberto de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. 
  • O motorista pode tirar dúvidas pelos telefones: (0xx11) 3812.3281 e (0xx11) 3816.3022. 


rodízio acontece de segunda a sexta-feira no centro expandido, que compreende a área ao redor do centro histórico, delimitada pelo minianel viário, composto pelas Marginais Tietê e Pinheiros; Avenidas dos Bandeirantes, das Juntas Provisórias, Afonso D’Escragnole Taunay, Presidente Tancredo Neves, Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf; Complexo Viário Maria Maluf e Viaduto Grande São Paulo.

 


Na prática, o rodízio é determinado pelo número final da placa do carro. Automóveis com placas 1 e 2 não circulam na segunda-feira; 3 e 4 na terça-feira, e assim por diante. Começou em 1995 durante o dia inteiro, para evitar a poluição. Em 1997 entrou em vigor a lei 12.490, visando a diminuição do trânsito e restringindo o horário do rodízio, que passou a ser das 7h às 10h e das 17h às 20h. 


O rodízio é suspenso nos finais de semana, feriados, festas de final de ano, férias de verão e em situações que alterem a rotina da cidade, como greve de transportes públicos ou calamidades. o que pode causar problemas na hora de licenciar o veículo ou contratar seguro, se o débito estiver pendente.


Preste sempre atenção no horário do rodízio. Conduzir em momentos não permitidos deixa a condução mais tensa – pelo medo de ser pego em flagrante pelas câmeras ou guardas de trânsito -, o que pode aumentar o risco de acidentes. 


Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e ganhe acesso ao conteúdo exclusivo que reservamos para você! 

Se você é associado PROTESTE e precisa de ajuda com nosso conteúdo ligue para (21) 3906-3980.


Imprimir Enviar a um amigo