Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Financiamento da casa: está preparado?
O financiamento de uma casa é uma dívida de longuíssimo prazo. Saiba se você tem como pagá-lo.
 
29 julho 2010 |

Comprar uma casa própria significa um endividamento que pode chegar a 30 anos. Antes de fazer a aquisição, portanto, você deve pensar se consegue arcar com uma despesa tão pesada por tanto tempo. Para ajudar nessa reflexão, responda a cinco perguntas básicas:

1 – Qual o perfil de imóvel que você quer? Determine a faixa de preço.

2 – Quanto você pode dar de entrada? Para isso, considere as suas economias e quanto tem de saldo do FGTS.

3 – Qual é a sua renda familiar? Verifique se você vai contar apenas com a sua renda ou se vai juntar com a de outra pessoa. Na maioria dos casos, a composição da renda não está restrita ao cônjuge.

4 – Do total da renda familiar, quanto você pode destinar ao pagamento do financiamento? O comprometimento máximo com a prestação mensal deve ser de até 30% do valor da renda, pois é o máximo que as instituições permitem. Leve em conta se tem algum outro financiamento já contratado, como o de um carro.

5 – Qual o prazo ideal para o seu financiamento? Esse item costuma se adequar aos outros critérios.

Se a sua renda não for compatível com o valor do imóvel pretendido, mesmo considerando o prazo máximo possível, você terá que juntar renda com alguém, escolher um imóvel de menor valor ou dar uma entrada maior, o que muitas vezes se traduz em adiar o sonho da casa própria.

Antes de entrar em um financiamento, saiba que terá uma dívida de longuíssimo prazo e que a sua renda líquida será bem menor em função das altas parcelas que terá que pagar. Na prática, tudo vai exigir de você e da sua família muita disciplina.

 

Leia também

uber-regulamentacao
smartphone-idosos
blackfriday
rock-in-rio-o-que-aconteceu

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.