Notícia

Permanecer no aluguel ou financiar?

11 abril 2013

11 abril 2013

O sonho da casa própria envolve muitas questões que precisam ser analisadas. Veja dois casos que a PROTESTE avaliou e encontre a melhor solução para seu orçamento.

O alto preço dos imóveis, principalmente nas capitais brasileiras, tem dificultado o entendimento das pessoas em saber qual o momento de comprar um imóvel. E com a recente queda da taxa de juros para financiamentos imobiliários para diversos tipos de imóveis, muitos inquilinos estão em dúvida se ainda é compensador continuar no aluguel ou se vale mais a pena partir para o financiamento da casa própria.

A resposta para esta pergunta depende de vários fatores:

  • Valor a ser financiado.
  • Valor do imóvel.
  • Valor da renda familiar.
  • Tempo do financiamento.
  • Idade do participante mais velho do financiamento.

Para chegar a alguma conclusão é fundamental fazer diversas simulações:

Cenário 1: No caso de um casal cuja renda somada seja de R$ 12 mil ao mês, a idade do mais velho é de 35 anos, possuem R$ 200 mil guardados, moram em um imóvel na cidade do Rio de Janeiro e pagam R$ 2.000 de aluguel.

Um imóvel nessas condições em áreas voltadas para a classe média tem um preço de venda de aproximadamente R$ 550 mil. Neste caso, simulando a situação deste casal, se eles derem a entrada de R$ 200 mil e entrarem em um financiamento de 35 anos pelo sistema SAC, pagarão uma parcela de R$ 3324, com CET de 9,20%.

Desta forma, todo mês seria abatido do total da dívida o valor de R$ 838, e como estariam pagando mais R$ 1324 do que pagam normalmente no aluguel, é melhor pegar esse dinheiro e investir, para poder aumentar o valor da entrada, do que entrar no financiamento agora.

Cenário 2: Um outro caso seria de um casal com a mesma idade e renda conjunta de R$ 21 mil, com moradia em um apartamento na área nobre na cidade de São Paulo e atualmente pagam aluguel mensal de R$ 5 mil.

Este imóvel está avaliado aproximadamente para ser vendido a R$ 1.200.000. Neste caso a simulação de um financiamento de 420 meses, com um valor a financiar de R$ 600 mil, a primeira parcela do financiamento estaria avaliada em R$ 5.692 enquanto o valor abatido do saldo devedor é R$ 1462. Neste caso no financiamento o dinheiro perdido seria R$ 4.263 enquanto no aluguel seria de R$ 5.000.

Para esta questão não existe resposta única, a decisão irá depender de uma conjunção de fatores, mas principalmente do valor do imóvel a ser financiado. Por isso, tenha sempre em mente economizar e investir seu dinheiro para poder aumentar o valor da entrada e reduzir o valor do financiamento.

Acesse o simulador de Crédito Imobiliário e compare várias opções de financiamento imobiliário disponíveis no mercado.




Imprimir Enviar a um amigo