Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

3 Perguntas que você deve responder antes de investir seu dinheiro
Já são poucos brasileiros que conseguem gastar menos do que ganham, mas mesmo entre os que conseguem juntar alguma reserva, muitos têm dificuldades de escolher seus investimentos. 
 
20 outubro 2017 |
Planejamento financeiro

Existem de fato alguns pontos para se perguntar que irão definir em que você poderá aplicar seu dinheiro, vamos a eles:

Qual é meu objetivo?

Esse ponto é fundamental e não existe resposta certa, pode ser qualquer um. Uma viagem, comprar um apartamento, aposentadoria, deixar o dinheiro render mais do que a poupança sem ter uma finalidade específica por ora.

O importante é ser honesto com si mesmo, e definir seus objetivos de acordo com o que realmente é importante para você e que irá lhe trazer maior satisfação real. Somente através dessa autoanálise é possível não se deixar levar pelos impulsos consumistas que não trarão real valor para sua vida.

Qual o prazo que disponho para investir?

Depois de saber o que é importante para si é importante definir para quando se deseja atingir esses objetivos. Definir o prazo é fundamental e pode limitar muito suas opções de aplicações.

Por exemplo, se o seu objetivo é fazer uma viagem dentro de doze meses, seu dinheiro deve ser direcionado para aplicações de curto prazo, como fundos de Renda Fixa que invistam prioritariamente em títulos públicos ou em títulos privados de baixo risco com baixa duração ou ainda CDBs e LCIs com vencimento previsto dentro desse período.

Para conhecer os melhores CDBs do mercado, clique aqui.

Investimento

Caso seu objetivo for formar uma reserva financeira para aposentadoria daqui a 20 anos, previdência privada passa a ser um investimento compensador, com alguma parte do dinheiro investido em ações ou fundo de ações.

Se seu objetivo é somente fazer seu dinheiro render mais que a poupança sem correr riscos, mas que sempre estejam disponíveis em caso de necessidade, é importante que ele esteja investido em aplicações de alta liquidez, como fundos de investimentos e títulos com liquidez diária.

Quanto disponho para investir?

Primeiro é importante destacar que não é porque você acha que tem pouco para investir que deva deixar o dinheiro na poupança, ou pior parado na conta corrente. Existem aplicações financeiras interessantes para todos os bolsos e isso não deve ser um fator para te desencorajar.

Entretanto, dependendo do quanto você tenha para investir, isso pode influir na diversificação dos seus investimentos. A diversificação é aconselhável porque ela dilui o risco como um todo, através de um balanceamento entre diferentes tipos de riscos que as aplicações estão expostas. Porém, com menos de R$ 10 mil para investir não é aconselhável sair do investimento em renda fixa.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

consignado-cartao
cartão-santander
cobertura-seguro-carro

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.