Notícia

Fundos de renda fixa: opte pela diversificação

14 março 2013

14 março 2013

Investidor deve dividir capital entre aplicação conservadora e arriscada.

Com a conjuntura econômica atual, os fundos de renda fixa têm se diferenciado muito em relação aos rendimentos e ao risco. Por isso, nosso conselho ao investidor é diversificar, ou seja, aplicar em fundos de renda fixa distintos.

Um exemplo seria dividir o capital entre um fundo conservador, que se beneficiará da queda da taxa de juros, e em outro mais arriscado, como o de Crédito Privado, no qual a possibilidade de investir mais do que 20% da carteira em títulos de médio e alto risco de crédito (como CDBs e títulos de dívida de empresas, as chamadas debêntures) pode gerar lucros mais expressivos.


Imprimir Enviar a um amigo