Notícia

Transferência internacional de dinheiro

13 março 2012

13 março 2012

Descubra em nosso simulador qual é a opção mais em conta para enviar valores para o exterior

Se você precisa efetuar transferência de internacional de dinheiro com regularidade, pode contar com diversos mecanismos. A melhor forma vai depender da periodicidade com a qual os envios serão feitos, da finalidade, dos valores a serem enviados, da taxa de câmbio e do banco em que o remetente e o destinatário possuem conta.

Por isso, a PROTESTE desenvolveu um simulador exclusivo que mostra a você qual é a melhor opção. Acesse e descubra qual opção é a melhor para o seu bolso.

Cartões pré-pagos são boas opções

Nós também analisamos as opções para envio de três valores: US$ 750, US$ 1,5 mil e acima de US$ 2 mil.

Para a primeira opção, faça um cartão de débito pré-pago aqui no Brasil para usar no exterior. Mas, uma vez lá fora, retire o máximo de dinheiro possível por vez para gastar aos poucos, pois a cada saque é cobrada uma taxa.

Em geral, os cartões pré-pagos podem ser adquiridos em agências de câmbio ou corretoras. Para recarregá-lo, peça por e-mail ou telefone um boleto com o valor do câmbio que você deseja enviar. A taxa de câmbio será informada e sobre esse valor incidirá IOF de 0,38%. Após o pagamento do boleto, o beneficiário poderá usar livremente o cartão para fazer compras e saques. Ao fazer compras, não é cobrada tarifa. Cada saque custa US$ 2,50, nos Estados Unidos.

Se você precisa enviar US$ 1,5 mil, os cartões pré-pagos também são mais baratos, exceto para quem tem conta no Itaú e no HSBC e pode sacar com o cartão de débito no exterior.

Acima de US$ 2 mil, cartão de débito é a saída

Já se você precisa enviar US$ 2 mil ou mais todo mês, esqueça os cartões pré-pagos. Para remessas nesse valor, é mais barato sacar lá fora com o cartão de débito da conta do Brasil. A única exceção é para os correntistas do Bradesco. Como esse banco cobra um misto de taxa fixa com percentual do valor a ser sacado para saques no exterior com cartão de débito, fica mais barato utilizar o cartão pré-pago.


Imprimir Enviar a um amigo