Notícia

Aprenda a fazer um orçamento doméstico

08 maio 2013
mulher fazendo contas

08 maio 2013

Se você está endividado, ou não quer passar por este problema, veja como organizar a sua vida financeira com a ajuda dos nossos simuladores.

Quem está comprometido com dívidas sabe o quanto isso afeta a qualidade de vida. Mas contornar esse problema é bem simples. O primeiro passo é ter consciência e não gastar mais do que se ganha. Depois, é se organizar, fazendo um orçamento familiar definido, discriminando todas as receitas e gastos.

No menu ao lado você terá acesso aos nossos simuladores, que vão lhe ajudar a fazer um orçamento mensal – e, assim, a ter uma perspectiva clara de suas finanças. Assim, você poderá estabelecer prioridades e cortar os supérfluos que pesam no seu bolso. Para um bom planejamento financeiro, é fundamental controlar o impulso pelo consumo e fugir ao máximo do endividamento.

Registre os tipos de gastos, os valores e as datas em que eles ocorrem. Crie categorias e subcategorias, e preencha-as em uma planilha. Planeje os gastos do mês seguinte, tendo em mente que os rendimentos e as despesas não são iguais em todos os meses.

Após listar os gastos, classifique-os em fixos, semifixos e variáveis. Condomínio, plano de saúde, TV por assinatura e escola dos filhos são despesas fixas, que só mudam se você trocar o fornecedor. Já os gastos semifixos são os de supermercado e contas de luz e telefone – que aparecem todo mês, mas com variações, e só diminuem com o seu controle. E as despesas variáveis se dão com roupas, calçados, restaurante, cinema e viagens – gastos em que você tem maior flexibilidade.

Mudar seus hábitos é simples. Programe os gastos e pague tudo em dia, integralmente. Negocie suas dívidas e tenha uma poupança para os problemas financeiros. Não considere o limite do cheque especial como parte da renda, pois os juros são salgados. Não entre no rotativo do cartão. Vá ao supermercado com uma lista pronta – e não se deixe levar pelas ofertas.

Acompanhe seus gastos ao menos uma vez por semana. E a valie e possibilidade de ter outras fontes de renda.


Imprimir Enviar a um amigo