Server Error

Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Como comprar com economia e segurança na Black Friday
Pesquisar os preços em lojas online e físicas e evitar realizar pagamentos por meio de depósito em conta são algumas dicas importantes que você deve seguir.
17 novembro 2017 |
black-friday-note

Além de consultar as ferramentas da PROTESTE para saber se vale a pena ou não comprar um produto em promoção na Black Friday, você pode seguir outras recomendações para economizar e não estourar o orçamento. E ainda tome todos os cuidados necessários para não acabar entrando em sites fraudulentos. Anote as dicas a seguir:

  •   Em primeiro lugar, pesquise bastante o preço antes da compra, tanto em lojas online quanto físicas.
  • Para pesquisar preços e obter o melhor produto com as características procuradas, é importante buscar pelo menos três modelos com as especificações desejadas. Por exemplo, se for uma TV, é essencial definir quantas polegadas ela deve ter, e se será smart, full HD ou 4K. Assim, você pode escolher, entre as opções, a mais barata.

Pesquise agora os preços no Mais Barato PROTESTE.

  • Vale avaliar modelos tops ou intermediários de gerações anteriores, já que o preço costuma ser mais em conta, uma vez que os fabricantes e as lojas querem reduzir o estoque. Assim, você pode adquirir um modelo com boas especificações (configurações) e com um preço mais atrativo. Isso acontece sempre com produtos eletrônicos, como celulares, TVs e notebooks.
  • Fique de olho nas ofertas, mas uma opção para não encher a caixa de e-mail de spam, é criar um novo e exclusivo para o recebimento das promoções.
  • Se possível, priorize o pagamento à vista, porque os valores são menores (sem juros) e evita o endividamento.
  • Na hora da compra, leve folhetos com preços de outras lojas para tentar uma negociação.

Entre agora no nosso comparador de preços para descobrir se encontrou uma boa compra na Black Friday. 

Olho vivo nos sites fraudulentos

  • Ofertas com preços muito reduzidos costumam indicar fraude. Por isso, tenha em mente que toda empresa necessita ter uma margem de lucro para manter suas atividades. Portanto, um preço muito baixo serve como um dos critérios de avaliação, mas combine essa dica com outras.
  • Verifique as formas de pagamento. Muitas pessoas mal-intencionadas aplicam golpes via emissão de boleto (que costuma ser falso e direcionar o pagamento para uma conta de pessoa física e não de uma empresa) ou ainda informam que a única forma de pagamento disponível é por meio de depósito em conta.
  • Consulte sites de reclamações dos consumidores sobre as empresas.
  • Certifique-se de que a loja informa CNPJ, endereço e telefone, com canais de atendimento ao cliente.
  • Pesquise sobre a empresa em relação ao seu registro perante a Receita Federal. Leia atentamente a ficha da empresa, porque nela deve conter a data de abertura da empresa e sua situação cadastral como “ATIVA”.
  • Vale ir à página oficial da loja na rede social e procurar pela oferta ou post patrocinado. Entre também no site oficial da loja e procure pela oferta no buscador da própria loja.
  • Verifique ainda se a loja tem ao menos uma politica de segurança (https-criptografia de 128bits, certificados digitais, site blindado), possui telefone e e-mail do SAC e se consta no site politica de devolução e troca.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

casal-sonhando
apple
amazon-vende-brasil
produto-mostruario

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.