Notícia

Como limpar seu nome

08 fevereiro 2010

08 fevereiro 2010

Não há magia, é preciso pagar ou negociar a dívida.

A única forma de ter o seu nome retirado dos cadastros negativos sem precisar pagar a dívida (ou negociá-la) é se a inclusão tiver sido indevida. Veja como proceder em cada caso.

Você não está devendo

Se a empresa incluir indevidamente o seu nome em um cadastro de inadimplência, está passível de indenizá-lo pelos danos morais que este erro venha causar.
Para conseguir limpar o seu nome, entre em contato com a empresa e exponha o problema. Dê um prazo de 5 dias para a solução do problema e documente-se com o máximo de provas possíveis. Se a empresa não resolver, procure a Justiça. Casos assim são resolvidos pelos Juizados Especiais (JECs). Para ações em que são discutidos valores inferiores a vinte salários mínimos, não é preciso contratar advogado.

Se você está devendo

Procure a empresa e pague ou renegociar a dívida. Não acredite em contos da carochinha. Nenhuma dívida real é perdoada como passe de mágica ou com intervenção de advogados que agem de má fé.
Segundo o Código de Defesa do Consumidor, após o pagamento ou renegociação da dívida, o nome do consumidor deve ser excluído dos cadastros de inadimplentes em no máximo 5 dias úteis.

O prazo máximo que um consumidor pode ficar com o seu nome sujo por causa de uma dívida é de cinco anos. Passado este prazo, o consumidor pode solicitar à Justiça que seu nome seja retirado da lista de inadimplentes.

Evite problemas

Caso você seus documentos, cartões ou cheques tenham sido roubados ou perdidos, o melhor a fazer para evitar problemas é fazer uma notificação formal para a Serasa. Sem esquecer de anexar o Registro de Ocorrência Policial. O cadastro de documentos ou cheques roubados na Serasa pode ser feito neste link:  http://www.serasa.com.br/servicos/cadastro/index.htm

Imprimir Enviar a um amigo