Notícia

Consumo colaborativo: as avaliações dos sites

15 maio 2012

15 maio 2012

Entretanto, é necessário um número elevado de participante nos sistemas, pois ainda há pouca variedade de produtos.

Caronetas: Integra colaboradores de empresas e centros comerciais com trajetos similares, a fim de compartilhar custos e aliviar o trânsito da cidade de São Paulo. Não é fácil usar, pois não há praticidade para a alteração dos dados. Outra dificuldade é que as pessoas só são direcionadas uma às outras se os CEPs forem próximos, impossibilitando as caronas que podem ser feitas durante o trajeto e para locais próximos. Para que este sistema realmente funcione é preciso um número muito maior de usuários.

Descolaaí: A ideia é criar uma lista dos produtos que você possui e quer trocar e uma lista dos que você gostaria de ter. As trocas foram facilmente realizadas e não houve problemas com o recebimento, nem com o envio de produtos. Após aceitar a troca, verificamos que o produto continua disponível – o que prejudica o usuário caso haja problema na comunicação com a outra parte ou uma desistência. E não há como medir a confiabilidade, já que as avaliações não apareceram no site.

Dois Camelos: Trata-se de um aplicativo para Facebook onde você pode fazer as trocas. Apesar da fácil utilização, o aplicativo é um pouco lento, e as notificações não aparecem no perfil, apenas ao entrar no “Dois Camelos”. Todas operações iniciadas foram concluídas com sucesso, porém, por não ter um bom número de usuários, a variedade de produtos é pequena.

Buscalá: Possibilita a troca ou o aluguel de produtos, com as informações enviadas por email. Após cadastrar os produtos e propor mais de 20 operações, não tivemos retorno (em um período de dois meses). Não há variedade de produtos. E não há como alugar em outros estados – a logística e o preço desfavorecem a operação.

Zazcar: Promove o acesso (por hora ou dia) a carros estacionados em diversos pontos. Para se cadastrar, basta preencher as informações e pagar uma taxa de R$55. Em sete dias, você recebe o cartão de uso, que deve ser vinculado a um cartão de crédito. Você deverá zelar pela boa conservação do veículo e ter atenção às condições do carro antes de usar. O serviço mostrou-se eficiente; caso você queira usar veículos com mais acessórios, o valor aumentará.


Imprimir Enviar a um amigo