Notícia

Consumo: saia do stand-by e poupe energia

04 novembro 2014

04 novembro 2014

Avaliamos o gasto de energia de mais de cem aparelhos e constatamos que o ato de deixá-los desconectados ou desligados já pode lhe render uma boa economia anual.

Você sabia que deixar o micro-ondas ligado na tomada pode gastar, por ano, quatro vezes mais energia do que quando usado na potência máxima por 20 minutos cada dia? Esse foi um dos resultados de nossa investigação do consumo anual de mais de cem aparelhos, em que calculamos também o potencial de poupança no Rio de Janeiro e em São Paulo desses equipamentos. 

Nosso teste prova que deixar os eletrodomésticos no modo stand-by, na tomada ou com a luz vermelha acesa, esperando o acionamento por controle remoto, gera mais despesa na conta de luz. Além de impactar o planeta.   

Ar-condicionado split: mais econômico poupa R$ 1.350 

Ao usar seu split por uma hora, todo dia (ou uma noite por semana), o modelo mais econômico gastará R$ 1.350 a menos do que o ar que mais consome. Só de deixá-lo em stand-by, no Rio de Janeiro, você poderá pagar quase R$ 8 a mais ao ano. 

 

Som: gasto maior em stand-by do que por uma hora ao dia 

Semelhante ao micro-ondas, o som portátil também consome mais em stand-by – 20%, para ser exato -, do que quando usado uma hora por dia, no volume baixo, no ano inteiro. Por isso, lembre-se de tirá-lo também da tomada quando não estiver em uso ou verifique que esteja desligado. 

 

TV: R$ 12 de economia anual se desligada da tomada 

Embora não seja fácil abrir mão de deixar a TV em stand-by, já que é um aparelho bastante utilizado, mantê-la desconectada ou desligada rende uma economia considerável de R$ 12 ao ano, levando em conta que seria usada por quatro horas ao dia e, no tempo restante, ficaria em stand-by.

 

Desconecte ou desligue aparelhos e economize R$ 21 por ano

Somando esses gastos desnecessários em stand-by dos aparelhos que avaliamos, pode-se poupar um total de R$ 21 no Rio e R$ 18 em São Paulo, ao ano.

 

Por isso, sempre que possível, deixe eletrodomésticos fora da tomada ou desligue-os e adote medidas conscientes como trocar lâmpadas comuns pelas de LED ou fluorescentes, manter a temperatura da geladeira menos alta em dias menos quentes e só comprar eletrodomésticos com o selo de eficiência Procel. Seu bolso e nosso planeta só têm a agradecer.

 


Imprimir Enviar a um amigo