Notícia

Use seu 13º salário com responsabilidade

19 dezembro 2016
Despesas-ano-novo

19 dezembro 2016
Antes de gastar todo o dinheiro em presentes de Natal, lembre-se de que o início do ano traz despesas extras, como IPTU e material escolar. Confira nossas dicas e saiba como se planejar para não entrar o ano no sufoco.

Dia 20 de dezembro é a data limite para o pagamento da segunda parcela do 13º salário. Com a conta corrente recheada e às vésperas do Natal, é fácil ficar tentado a comprar muitos presentes para familiares e amigos, além de comprar aqueles itens que desejamos o ano todo. No entanto, é pensar duas vezes antes de detonar todo dinheiro recebido.

Lembre-se que mal começa o ano e surgem despesas como a compra de material escolar e o pagamento de impostos como IPVA e IPTU. E, claro, isso tudo pesa no bolso. Por isso, o melhor a fazer é economizar agora, para garantir um ano novo menos apertado.

A PROTESTE ajuda você a renegociar suas dívidas

No caso dos impostos, os estados e municípios sempre oferecem descontos vantajosos para quem os paga em cota única. Então, o melhor a fazer é se livrar logo deles. Além do desconto, você não precisa se lembrar dos impostos o ano inteiro – ao optar pelo parcelamento. Vale lembrar que a quitação dessas taxas é em janeiro e fevereiro, e a maior parte dos estados e cidades divulgam os valores e descontos nos primeiros dias do ano. 

despesas-ano-novo1

Dívidas devem ser prioridade

Se estiver endividado, além de separar dinheiro para despesas do início do ano, você deve priorizar o pagamento do que ficou pendente ao longo de 2016. Caso o 13º não seja suficiente para quitar tudo, procure renegociar a dívida, com condições melhores, e pague uma parte dela.

Agora, se você não tem dívidas e o dinheiro recebido dá para arcar com impostos e material escolar, e ainda sobra...  Maravilha! Mas isso não é motivo para sair gastando de maneira irresponsável. Antes de comprar algo, reflita sobre o que realmente é importante para você. Se for comprar uma roupa ou um celular novo, vá fundo. Mas, se for um projeto mais a longo prazo, invista, faça o seu dinheiro render e realize seu sonho, sem se endividar. 



Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2205 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3800 (de celular).


Imprimir Enviar a um amigo