Notícia

Escolhendo e gerenciando a mão de obra

11 julho 2013

11 julho 2013

Profissional autônomo ou empreiteira? Pagamentos à vista ou por semana? Como fiscalizar? Essas são algumas dúvidas que com frequência atingem quem precisa reformar ou construir. Por isso, reunimos as principais informações que você deve considerar na hora da contratação.

Definidos os objetivos, projeto, orçamento e cronograma, é chegada a hora da procura pelos profissionais que irão fazer a sua obra. Saiba como gerenciá-los para que eles não lhe deixem na mão e o serviço saia conforme o combinado.

  • A escolha: Opte sempre em contratar profissionais e fornecedores de confiança. Tanto do ponto de vista da qualidade do serviço quanto em relação à não te deixar na mão caso apareça algo mais interessante. No caso de nunca ter feito nenhum trabalho com o profissional antes ou não ter indicação de nenhuma pessoa de sua confiança, peça para visitar uma obra que ele esteja finalizando.
  • A comunicação: Ao escolher os profissionais, deixe bem claro seus objetivos na obra e apresente o cronograma. Explique muito bem o trabalho a ser realizado, as condições e o prazo. Essas informações são essenciais para evitar retrabalho ou recompra de materiais, e consequentemente atrasos e custos além dos inicialmente previstos.
  • Acertando os ponteiros: Independentemente se você escolheu uma empresa ou um profissional autônomo para o serviço, faça um contrato estabelecendo multa no caso de não cumprimento e as condições de pagamento. Em hipótese alguma pague um serviço, mão de obra ou fornecedor à vista, é muito comum que com isso os profissionais sumam do mapa e não cumpram com o prometido. Combine pagamentos semanais condicionados à inspeção no local de como vai o andamento do serviço.
  • Cuidados: Seja firme para conseguir os resultados que você quer nas condições ideias para você, mas nunca deixe a gentileza de lado. Além das suas cobranças é fundamental que o profissional também se sinta motivação para fazer o serviço para você. Com isso, além de contribuir para que o serviço fique mais bem feito, faz com que se estabeleça confiança entre as partes para futuros projetos. Não esqueça de providenciar alimentação e água.
  • Controle: É fundamental que você acompanhe de perto o trabalho que está sendo feito. O ideal seria uma supervisão diária no local , mas caso não seja possível fale todos os dias por telefone com o responsável pela etapa da obra. Nesse caso, faça pelo menos uma inspeção por semana. Uma experiência que costuma dar certo é acertar as sextas-feiras como dia da inspeção e de pagamento pelo trabalho da semana.

Imprimir Enviar a um amigo