Notícia

Como juntar dinheiro para faculdade dos filhos?

17 junho 2015
pagar-faculdade

17 junho 2015

O custo de uma faculdade é elevado e compromete parte da renda familiar. Planejamento financeiro prévio ajuda seu filho a concluir o curso sem transtornos.

Quando se fala em planejamento financeiro o lema é: “Quanto antes, melhor”. Isso é válido para programar o nascimento de um bebê, para comprar um imóvel, um carro, reformar a casa e até mesmo para garantir a educação dos filhos. 


A despesa com mensalidades de uma faculdade é um gasto que deve ser avaliado desde cedo e exige um planejamento para garantir que seu filho possa concluir o curso, sem interrompê-lo por falta de pagamento. O custo de uma faculdade é elevado e compromete parcela significativa da renda familiar. Se incluirmos ainda o custo de livros e materiais complementares, o valor é ainda mais alto.



Quanto custa pagar uma faculdade?


Um curso de Direito ou Economia na Fundação Getúlio Vargas (FGV), por exemplo, custa R$2.600,00 por mês. Na Pontifícia Universidade Católica (PUC/RJ) a mensalidade do curso de Economia pode chegar a R$3.531,00. Considerando os quatro anos do curso, o gasto total só com mensalidades pode chegar a R$169.488,00. É possível pesquisar os valores de cada curso por meio de consulta aos sites das universidades.


É possível reduzir a despesa, tentando ingressar nas universidades públicas ou até mesmo uma bolsa de estudos. Geralmente, as faculdades oferecem bolsas de estudos parciais ou integrais e, se você conseguir qualquer uma dessas, tire o máximo proveito.



Dicas para se planejar


Se a opção é a universidade particular, é hora de começar a fazer as contas e reservar uma parcela da sua renda para garantir o futuro profissional dos seus filhos.


Para te ajudar a PROTESTE disponibiliza a ferramenta “simulador dos sonhos”, que calcula quanto economizar por mês para alcançar o objetivo ou, considerando sua disponibilidade financeira mensal dirá em quanto tempo você conseguirá alcançar o objetivo:


 


Abaixo você confere mais algumas dicas para te ajudar a fazer um bom planejamento: 


  • Comece o quanto antes. O tempo é aliado de quem poupa para projetos de longo prazo;
  • Defina a parcela do seu orçamento a ser economizada e mantenha disciplina para poupá-la;
  • Procure investimentos que garantam pelo menos a perda com a inflação. Para investimentos de longo prazo é sempre importante ficar atento ao comportamento da inflação e da taxa de juros para não perder dinheiro no tempo e deixar o projeto ir por água abaixo;
  • Reavalie onde está sendo investido seu dinheiro periodicamente e monte uma carteira de investimentos equilibrada. Para projetos de longo prazo é aconselhável colocar uma parte do dinheiro em renda variável e outra em renda fixa, em vez de concentrar tudo em uma opção só;
  • Avalie as chances de conseguir uma bolsa de estudos. Para o caso das bolsas concedidas de acordo com o desempenho do aluno, ajude seu filho a se organizar nos estudos;
  • Investir nos estudos dos seus filhos é a melhor forma de ajudá-los a conquistar a autonomia financeira. É importante orientá-los e mostrar que o esforço deles também  resultará em bons frutos.




Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE!


Imprimir Enviar a um amigo