Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Preços do material escolar em São Paulo podem variar mais de 400%
Ao visitar 25 lojas, constatamos diferença de 456% entre os valores mais baixo e alto pesquisados.
25 janeiro 2019 |
lista-papelaria-escolar-pesquisa-preco-mais-barato-SP

O IPTU, o IPVA e a tão temida lista de material escolar são apenas algumas das despesas comuns ao início de cada ano

Para ajudar o consumidor paulistano a gastar menos, pelo menos com o material escolar, pesquisamos os preços de produtos em dezenas de papelarias da cidade e encontramos uma diferença de R$ 307,60, entre os mais baixos e mais caros. 

Veja os resultados da comparação de preços na cidade do Rio de Janeiro

Antes de divulgarmos os principais dados da nosso estudo, vale ressaltar que as instituições de ensino só podem requerer os materiais utilizados nas atividades pedagógicas diárias para uso individual, em quantidade coerente e sem restrição de marca. 

Além disso, não podem exigir que os pais comprem o material no próprio estabelecimento educacional.

Saiba quais itens não podem ser exigidos na lista de material escolar

 

compra-material-escolar-pesquisa-preco-mais-barato 

Como fizemos o estudo 
Visitamos 25 lojas na região Central e nas zonas Leste, Oeste, Norte e Sul da cidade de São Paulo. Foram coletados ao todo 1.054 preços de produtos.  

Veja aqui a lista com os 25 itens pesquisados 

Optamos por não escolher modelos e marcas específicas para os produtos definidos na nossa lista. Sendo assim, registramos, por exemplo, o preço da borracha mais cara e da mais barata em cada loja.

Variações expressivas pesam no bolso
Na Região Metropolitana de São Paulo, o preço médio levantado para a lista foi R$ 178,41.

Já o máximo verificado foi R$ 375,09. Em contrapartida, o mínimo da mesma lista foi de R$ 67,49, na filial da rede Armarinhos Fernando, na famosa Rua 25 de Março.

Ao comparar os valores mais baixos e mais altos coletados na pesquisa, a diferença chega a R$ 307,60, o equivalente a 456%. Pelo preço da loja mais cara, dá para comprar cinco listas (e mais alguns itens) na mais barata.

Zona Norte 

Na Zona Norte Paulistana, a lista mais cara estava na Lepok Informática e Papelaria. Dos 25 itens, foram encontrados 23, que totalizaram R$ 226,23. Já o estabelecimento mais em conta foi o Jandaia, na Vila Guilherme, no qual cotamos 22 itens por R$ 105,28. Ou seja, uma economia de R$ 120,95, equivalente a 115%. 

Se excluirmos da lista da Lepok os mesmos itens que não foram encontrados na Jandaia (lápis triangular, agenda e refil de folha para fichário), para podermos comparar um número igual de produtos entre as lojas, a primeira continuará sendo a mais cara (R$ 196,53) – na Jandaia, o total chegou a R$ 105,28.

lista-materialescolar-precos-sp

Na Zona Sul 
A Gimba (Moema) ofereceu o melhor preço da região para a lista (R$ 169,69). Sendo assim, caso você se desloque cerca de cinco quilômetros até a Gimba, em vez de ir à Lepok, na mesma região, poderá economizar R$ 205,40.

Para você ter uma ideia, ainda que retiremos da lista da Lepok os mesmos cinco itens que não estavam à venda na Gimba (corretivo líquido, folha de papel pardo, minidicionário de inglês, minidicionário de português e agenda), para compararmos quantidade igual de produtos, a Lepok permanecerá sendo a mais cara (R$ 331,34). 

Zonas Leste e Oeste
Na região Leste, a lista mais em conta (R$ 160,69) e a mais cara (R$ 238,30) estavam na mesma loja: JB Papelaria. Com isso, procurando pelos produtos mais baratos, será possível economizar R$ 77,61. 

Na Zona Oeste, a Femapel foi o estabelecimento mais caro para 23 itens (R$ 265,65). Já o melhor preço foi coletado na Kalunga (R$ 132,39)

Se decidir fazer as compras considerando os preços mínimos da Kalunga, da Lapa, a economia chega a R$ 133,26. 

produtos-materialescolar-precos-sp

Região Central 
O valor máximo identificado para uma lista de 23 itens totalizou R$ 259,10, na Papelaria Vale do Jordão. Já a loja mais barata foi a filial da rede Armarinhos Fernando (R$ 67,49 para 20 itens). 

Caso opte por comprar na segunda loja, você poupará R$ 191,61, ou 284%. 

Para ressaltar a economia, comparamos a mesma quantidade de itens entre as lojas, retirando da lista da Vale do Jordão os cinco produtos indisponíveis na filial da Armarinhos Fernando (caderno capa mole, lápis triangular, pastilhas de aquarela 12 cores, pen drive 8 GB e refil de folha branca para fichário).

Constatamos que o preço total da Vale do Jordão continuará sendo o mais alto (R$ 164,75) em relação à loja Armarinhos Fernando (R$ 97,26).

lista-material-escolar-pesquisa-preco-mais-barato-sao-paulo

Pastilhas de aquarela apresentaram variação de mais de R$ 60
Considerando os valores mínimos e máximos de cada produto, a variação média dos 25 itens da lista foi de 1.748%. 

Já o produto que apresentou a maior diferença de preço foi a pastilha de aquarela com 12 cores. O preço mais barato para uma amostra do produto foi R$ 3,70. No entanto, ela também estava à venda por R$ 65,90, ou seja, uma variação de R$ 62,20. Com o valor do produto mais caro seria possível comprar 17 unidades do mais barato.

É evidente que podem existir diferenças de qualidade e desempenho entre itens mais baratos e mais caros. Contudo, características como design, marca e o fato de o produto reproduzir personagens infantis de desenhos e filmes também os tornam mais caros.

Sendo assim, é importante refletir se é realmente necessário comprar todos os itens da lista de material escolar estampados com super-heróis ou heroínas, por exemplo.

Confira outras dicas que podem te ajudar a economizar:   

1. Verifique os itens que ainda podem ser aproveitados do ano anterior.
2. Junte-se a outros pais na hora da compra. Assim, é possível adquirir produtos em atacados ou em lojas do tipo "atacarejo", aproveitando os menores preços.
3. Os itens que não serão usados logo no início das aulas podem ser adquiridos mais adiante, quando, geralmente, os preços caem.
4. Seja fiel à lista! Não compre nada além do que está nela, principalmente por pressão dos filhos.
5. Evite levar os filhos na hora da compra. Crianças e adolescentes são mais influenciados por modismos e estratégias de marketing de lojas e fabricantes.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo número 4003-3907.

Leia também

casal-sonhando
mensalidade-escolar
consignado-cartao
salao-de-beleza

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.