Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Vale a pena ter um plano odontológico
Cuidar da saúde bucal pode sair bem mais barato do que você imagina. Foi o que comprovou o resultado da avaliação dos serviços de 13 operadoras.
14 junho 2017 |
Procedimentos dentários costumam ter um custo alto. Mas há como driblar os preços salgados do mercado. Basta investir em um plano odontológico. Duvida? Pois, então, acompanhe o nosso estudo. Imagine que, em um ano, você precise fazer uma limpeza, uma restauração e um canal. De acordo com a tabela de Valores Referenciais para Procedimentos Odontológicos (São Paulo-2016), no atendimento particular, o custo seria de R$ 902, no total. No entanto, se você for associado da PROTESTE, por exemplo, e contratar o plano InpalDental, terá um gasto anual de R$ 275 (22,93 mensais). Ou seja, a economia seria de R$ 627/ano. Vale destacar que, no caso do plano citado, você teria direito a outras intervenções, já que ele dá direito a 140 tratamentos por ano. E até quem não é nosso associado tem como levar vantagem. Neste caso, a melhor opção seria o Odonto Prev, a R$ 496,80 (R$ 41,40, mensais). 
Mas, antes de contratar o serviço, é essencial observar quais procedimentos ele oferece. Analisamos 16 planos de 13 operadoras, de diferentes partes do Brasil, e a maioria cobre consultas, cirurgias orais, obturações, tratamento de canal, radiologia e odontopediatria, o que consideramos suficientes. Fique de olho também no período de carência. Entre os da nossa amostra, seis não fazem a exigência: Dental Uni, Uniodonto Campinas, Belo Dente, Unimed Odonto, Uniodonto Goiânia (Uni Light Plus) e Uniodonto Uberlândia. Já quando o assunto é carência para canal, alguns não se saíram nada bem. No Uniodonto Belém, por exemplo, é necessário aguardar 120 dias para passar pelo tratamento. Já no Odonto System e no Belo Dente, são assustadores 180 dias. 

Menino no dentista

A questão do reembolso foi outro item mal resolvido que encontramos. Se você for a um dentista que não seja da rede credenciada, não será possível reaver o valor da consulta.  Em nossa análise, percebemos também que nem todos oferecem abrangência nacional – apenas sete (Odonto Prev, Uniodonto Campinas, Unimed Odonto, Uniodonto São José dos Campos e Uniodonto Paulista). Portanto, preste atenção neste item, antes de fechar com a seguradora, principalmente se você viajar muito. Outro ponto que deve ser observado: se marcar consulta, nem pense em faltar. Do contrário, terá de pagar por isso. Literalmente. Em São Paulo, é provável que o beneficiário desembolse R$ 83 pela ausência e, em Brasília, o “bolo” pode chegar a R$ 92. Em compensação, você não precisará lidar com burocracia, já que nenhum deles exige autorização prévia. E mais: os preços dos planos odontológicos, diferentemente dos de saúde, não variam conforme faixa etária nem gênero. O que significa que um jovem de 18 anos pagará o mesmo do que um idoso de 65. Quer melhor? 
 

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

alimentação
img-plano-saude1
azeite-proibido
prato

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.